Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 17 de abril de 2019.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Venezuela

Edição impressa de 17/04/2019. Alterada em 17/04 às 03h00min

Primeiro carregamento de ajuda da Cruz Vermelha chega à Venezuela

Chegou ontem à Venezuela o primeiro carregamento de ajuda humanitária enviado pela Cruz Vermelha. Os mantimentos foram transportados em um avião, que pousou no aeroporto de Maiquetía, próximo a Caracas.
O carregamento inclui suprimentos médicos e remédios, que estão em falta - um dos resultados da crise econômica que a Venezuela enfrenta. Além disso, o avião, que veio do Panamá, também carregava 14 geradores de energia e 5 mil litros de água, segundo a agência de notícias Reuters.
O presidente Nicolás Maduro havia feito um acordo com o Comitê Internacional da Cruz Vermelha no dia 10 de abril, no qual concordou com a entrada de ajuda. Maduro, que nega a existência de uma crise humanitária e culpa a oposição e os norte-americanos pelos problemas, afirmou que a cooperação deve ser administrada "sem politicagem". Juan Guaidó, líder da oposição e autodeclarado presidente da Venezuela, disse considerar uma conquista que o governo tenha concordado com a entrada de ajuda humanitária.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia