Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 12 de abril de 2019.
Dia do Obstetra.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

África

Edição impressa de 12/04/2019. Alterada em 12/04 às 03h00min

Após 30 anos no poder, ditador do Sudão é deposto pelo Exército

As Forças Armadas do Sudão destituíram, nesta quinta-feira, o ditador Omar al-Bashir, que estava no poder há três décadas, anunciou o ministro da Defesa, Awad Mohamed Ahmed Ibn Auf.
Bashir, de 75 anos, que enfrentava manifestações ininterruptas nos últimos quatro meses, liderava o país com mão de ferro desde que chegou ao poder com um golpe em 1989. "Nós o substituímos por um conselho militar de transição por dois anos e suspendemos a Constituição do Sudão de 2005", declarou Ibn Auf, acrescentando que também decretou estado de emergência pelos próximos três meses e ordenou o fechamento das fronteiras e do espaço aéreo.
Milhares de pessoas comemoraram, dançando e cantando slogans anti-Bashir nas ruas da capital Cartum. Mas alguns líderes de protestos rejeitaram as medidas anunciadas pelos militares, argumentando que a atitude foi um "golpe de estado liderado pelo regime".
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia