Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 24 de janeiro de 2020.
Dia Nacional do Aposentado.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Holanda

20/03/2019 - 09h13min. Alterada em 20/03 às 09h13min

Polícia da Holanda prende 4º suspeito de envolvimento em tiroteio

Homem não teve a identidade divulgada

Homem não teve a identidade divulgada


JOHN THYS/AFP/JC
A polícia de Utrecht, na Holanda, prendeu um quarto suspeito de envolvimento no tiroteio a um bonde na Praça 24 de outubro nessa segunda-feira (18). O homem não teve a identidade divulgada, mas se junta a outros três cujo principal suspeito é o turco Gokmen Tanis, de 37 anos, cujas imagens foram divulgadas por policiais.
A polícia de Utrecht, na Holanda, prendeu um quarto suspeito de envolvimento no tiroteio a um bonde na Praça 24 de outubro nessa segunda-feira (18). O homem não teve a identidade divulgada, mas se junta a outros três cujo principal suspeito é o turco Gokmen Tanis, de 37 anos, cujas imagens foram divulgadas por policiais.
Nas redes sociais, a polícia apela para o comparecimento de testemunhas. As informações foram confirmadas pela polícia na conta da corporação no Twitter. Pelos últimos dados, três pessoas morreram e sete ficaram feridas. Inicialmente, o número de feridos era de nove. As vítimas são uma mulher, de 19 anos, e dois homens, de 28 e 49 anos.
Os feridos graves são duas mulheres, de 20 e 21 anos, além de um homem de 74. A polícia de Utrecht informou ainda que foi criado um memorial na Praça 24 de outubro. No parque, na esquina entre Beneluxlaan e a Avenida das Nações Unidas, as pessoas podem demonstrar seu apoio às vítimas e depositar flores.
Os investigadores tentam descobrir a motivação do  crime. Os policiais trabalham com as hipóteses de ação terrorista ou crime familiar. O tiroteio ocorreu no último dia 18, por volta das 10h45min (horário local) em um bonde elétrico que transportava passageiros. A polícia cercou o local e pediu aos moradores para evitar a área.
Agência Brasil
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia