Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 15 de março de 2019.
Dia Mundial do Consumidor. Dia da Escola.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Nova Zelândia

Alterada em 15/03 às 10h34min

Terrorista transmitiu na internet ataque a mesquita na Nova Zelândia

Criminoso era seguidor de supremacia branca online

Criminoso era seguidor de supremacia branca online


Tessa BURROWS/AFP/JC
Estadão Conteúdo
Parte do atentado contra duas mesquitas em Christchurch, Nova Zelândia, nesta sexta-feira (15), foi transmitida ao vivo pela internet após a publicação de um manifesto sobre supremacia branca online. O atentado deixou pelo menos 49 pessoas mortas e dezenas de feridos.
As imagens, que foram transmitidas no Facebook, foram aparentemente feitas em câmera usada pelo atirador enquanto este atacava a mesquita Al Noor, no centro da cidade.
O Facebook afirmou que tirou do ar rapidamente a conta do atirador, mas o vídeo de 17 minutos mostrando um homem vestido de preto e atirando contra fiéis com fuzis circula amplamente na web. A polícia neozelandesa disse que trabalha para remover o vídeo da rede e pediu que as pessoas não o compartilhem. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia