Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 12 de dezembro de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Oriente Médio

Edição impressa de 12/12/2018. Alterada em 12/12 às 01h00min

Irã confirma realização de testes de mísseis balísticos

O Irã confirmou a realização recente de um teste de mísseis balísticos, ação imediatamente condenada pelos Estados Unidos. A agência semioficial de notícias Fars citou ontem o general Amir Ali Hajizadeh, que qualificou o teste como "importante". O militar, que lidera a divisão aeroespacial da Guarda Revolucionária iraniana, disse que a indignação norte-americana "indica que o teste foi muito importante para eles".

Os Estados Unidos aproveitaram os testes iranianos para pedir que os países europeus voltassem a impor sanções a Teerã. No acordo de 2015, foi pedido que o país do Oriente Médio parasse de testar os mísseis balísticos, mas o texto não menciona nenhuma proibição nesse sentido.

O presidente norte-americano, Donald Trump, retirou os EUA do pacto em maio deste ano, apesar de o Irã continuar cumprindo as regras definidas no documento. As nações europeias tentam salvar o acordo, que restringe o enriquecimento de urânio por parte do Irã.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia