Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 06 de dezembro de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Rússia

Edição impressa de 06/12/2018. Alterada em 06/12 às 01h00min

Putin alerta que, se EUA construir mísseis, Moscou fará o mesmo

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou ontem que, se os Estados Unidos se retirarem de um importante tratado nuclear e começarem a desenvolver mísseis de médio alcance banidos pelo acordo, Moscou também o fará. Os comentários de Putin, divulgados por agências de notícias russas, foram feitos um dia depois de o Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, anunciar durante reunião da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) que Washington irá suspender obrigações previstas no Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF, pela sigla em inglês) em 60 dias, devido à suposta violação do acordo por Moscou.

O governo russo nega que tenha violado o tratado, assinado em 1987. No mês passado, o presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou a decisão de abandonar o INF, que vem sendo considerado um marco da segurança global desde então, com a alegação de que Rússia e China - que não é signatária do tratado - o teriam violado.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia