Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 04 de dezembro de 2018.
Dia Mundial da Propaganda.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

América do Sul

Edição impressa de 04/12/2018. Alterada em 04/12 às 01h00min

Uruguai rejeita pedido de asilo de ex-presidente do Peru

Alan García (2º à direita) já deixou o consulado uruguaio em Lima

Alan García (2º à direita) já deixou o consulado uruguaio em Lima


/ERNESTO BENAVIDES/AFP/JC

O governo do Uruguai rejeitou ontem o pedido de asilo do ex-presidente do Peru, Alan García, que buscou proteção no consulado uruguaio em Lima depois de um juiz reter seu passaporte na investigação sobre supostas propinas pagas pela construtora brasileira Odebrecht.

Ao negar a solicitação, o presidente uruguaio, Tabaré Vázquez, disse que não havia provas que respaldassem a alegação de García de que era perseguido politicamente pelo atual presidente peruano, Martín Vizcarra.

García, de 69 anos, já deixou a representação diplomática uruguaia em Lima. O ex-presidente se refugiou no consulado em 20 de novembro, depois da ordem de um juiz que o proibiu de sair do país durante 18 meses - período em que serão investigadas as denúncias de que ele recebeu propina da Odebrecht durante seu segundo mandato (2006-2011).

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia