Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 04 de outubro de 2018.
Dia do Barman e dia Mundial dos Animais.

Jornal do Comércio

Internacional

CORRIGIR
04/10/2018 - 01h00min. Alterada em 04/10 às 01h00min

Companheiros gays de diplomatas terão restrições

O governo dos EUA anunciou que negará vistos diplomáticos a companheiros do mesmo sexo de diplomatas estrangeiros e funcionários da ONU. Os parceiros que já estão no país devem sair até o dia 31. Para permanecer, precisam se casar oficialmente ou mudar o visto. Atualmente, 25 países reconhecem o casamento entre pessoas do mesmo sexo, e a homossexualidade continua ilegal em 71 nações. A ex-embaixadora dos EUA na ONU Samantha Power condenou a política, chamando-a de "desnecessariamente cruel e fanática". Segundo a Foreign Policy Magazine, há dez funcionários da ONU nos EUA com parceiros do mesmo sexo que precisarão se casar para manter o visto.

CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia