Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 29 de agosto de 2018.
Dia Nacional do Combate ao Fumo.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Segurança

Edição impressa de 29/08/2018. Alterada em 29/08 às 01h00min

Telegram aceita abrir dados de suspeitos de terrorismo

Folhapress
O aplicativo de troca de mensagens Telegram mudou sua política de privacidade e poderá entregar dados de seus usuários à Justiça, caso alguma corte aponte que um suspeito de terrorismo o utiliza. A decisão se insere no contexto da batalha que o Telegram trava com a Rússia.
Em abril, a Justiça russa determinou o bloqueio do aplicativo, o terceiro mais popular no país. A empresa vinha se negando sistematicamente a entregar dados de usuários a pedido do FSB, o serviço secreto russo, que apontava a criptografia do Telegram como um entrave ao monitoramento de terroristas operando no país. Um exemplo disso foi a coordenação do ataque ao metrô de São Petersburgo, em 2017, feita pelo app.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia