Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 02 de agosto de 2018.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Investigação

Alterada em 02/08 às 12h40min

Argentina investiga ação de organizações criminosas do Brasil no país 

Agência Brasil
A polícia da Argentina desmantelou um grupo de criminosos que tentou invadir a Unidade Penal 2 de Oberá, na província de Misiones, próxima da fronteira da Argentina com o Brasil e Paraguai.Paralelamente, o serviço de segurança da Argentina investiga se as organizações criminosas Primeiro Comando da Capital (PCC) e Comando Vermelho estariam se infiltrando em várias regiões do país. Esses grupos inclusive estariam agindo para resgatar presos detidos em presídios e no tráfico de drogas.
Em conversa na quarta-feira (1), a ministra da Segurança da Argentina, Patricia Bullrich, agradeceu ao ministro da Defesa, Raul Jungmann, a agilidade no envio de informações da Polícia Federal sobre a identidade, ficha corrida, periculosidade e condenações referentes aos brasileiros.
Para Jungmann, essa foi a demonstração de que o acordo para troca de informações e ações com a Argentina, assinado nesta semana, gera resultados.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia