Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 29 de junho de 2018.
Dia da Telefonista.

Jornal do Comércio

Internacional

COMENTAR | CORRIGIR

Alemanha

Alterada em 29/06 às 09h07min

Empresários alemães apoiam Merkel e pedem fim de desavenças no governo

As organizações empresariais mais influentes da Alemanha pedem que a coalizão governista liderada pela chão à imigração, apoiando a líder alemã e sugerindo que a discordância está enfraquecendo a maior economia europeia num momento crucial.
Merkel e o ministro do Interior do país, Horst Seehofer, que lidera a União Social-Cristã (CSU, pela sigla em alemão) - partido irmão da União Democrata-Cristã (CDU), da chanceler - têm se desentendido em meio à insistência de Seehofer de unilateralmente recusar a entrada de imigrantes na Alemanha. Merkel, por sua vez, defende uma solução pan-europeia para a controversa questão da imigração.
Em comunicado divulgado nesta sexta-feira (29), grupos que representam a indústria, empregados, comércio e pequenos negócios na Alemanha miraram Seehofer, com o argumento de que "ações nacionais unilaterais fazem mais mal do que bem". Segundo o comunicado, as "disputas políticas prejudicam a reputação da Alemanha e nos enfraquecem no cenário europeu e internacional".
Horas atrás, líderes da União Europeia (UE) anunciaram um acordo sobre a imigração que, segundo analistas, deverá ajudar a preservar o mandato de Merkel na Alemanha. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia