Porto Alegre, quinta-feira, 12 de maio de 2022.
Dia da Enfermagem.
Porto Alegre,
quinta-feira, 12 de maio de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

segurança

- Publicada em 12/05/2022 às 12h03min.

Policiais federais gaúchos integram mobilização nacional e protestam no RS

Servidores da PFRS organizaram atos no interior e em Porto Alegre durante a manhã

Servidores da PFRS organizaram atos no interior e em Porto Alegre durante a manhã


SINPEF-RS/DIVULGAÇÃO/JC
Fernanda Soprana
Servidores da Polícia Federal do Rio Grande do Sul (PFRS) se reuniram em protesto e paralisaram as atividades por uma hora na manhã desta quinta-feira (12).
Servidores da Polícia Federal do Rio Grande do Sul (PFRS) se reuniram em protesto e paralisaram as atividades por uma hora na manhã desta quinta-feira (12).
Organizado pelo Sindicato dos Policiais Federais do Rio Grande do Sul (Sinpef-RS), o movimento integra o ato nacional pela valorização das forças de segurança pública. Segundo a entidade, o grupo reivindica a assinatura de medida provisória relacionada à reestruturação das carreiras policiais da União — uma promessa pública do presidente Jair Bolsonaro.
“Até o momento, o governo federal não apresentou uma solução para o compromisso de reestruturação da carreira policial federal, cujo orçamento de R$ 1,7 bilhão foi aprovado em lei. A categoria se manterá em estado de mobilização permanente, avaliando e definindo os próximos passos, até ter suas demandas atendidas”, afirma o Sinpe-RS, em nota.
A mobilização começou em torno das 10h em diversas cidades brasileiras — no Estado, as manifestações ocorreram em 13 delegacias do interior e no saguão da Superintendência da PF, localizada na avenida Ipiranga, em Porto Alegre. O protesto da capital gaúcha ainda serviu pizzas, com o intuito de comunicar que o  “compromisso precisa ser honrado; não pode virar pizza”, explica o sindicato.
De acordo com o Sinpef-RS, há cerca de 500 servidores ativos e 200 aposentados da Polícia Federal no Rio Grande do Sul, totalizando 700 pessoas. A maior parte aderiu à mobilização, diz a categoria.
Outra rodada de protestos está prevista para a próxima quinta-feira (19) em todo o Brasil. No dia 1º de junho, os policiais federais pretendem unir forças com os servidores da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em grande marcha em Brasília.
Além do Sinpef-RS, o ato desta manhã é apoiado pela Federação Nacional dos Policiais Federais (FENAPEF), a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), a Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF), a Federação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (Fenadepol) e o Sindicato dos Servidores do Plano Especial do Plano Especial de Cargos da PF (SinpecPF). No total, há 26 sindicatos e entidades representativas dos servidores no Brasil.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário