Porto Alegre, quinta-feira, 12 de maio de 2022.
Dia da Enfermagem.
Porto Alegre,
quinta-feira, 12 de maio de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Segurança Pública

- Publicada em 12/05/2022 às 10h19min.

RS registra queda nos homicídios e feminicídios em abril

O número de homicídios caiu 11,6%, de 129 em abril de 2021 para 114 no mesmo mês deste ano

O número de homicídios caiu 11,6%, de 129 em abril de 2021 para 114 no mesmo mês deste ano


Divulgação/Polícia Civil/JC
O mês de abril de 2022 se encerrou com uma queda no número de homicídios no Rio Grande do Sul em relação ao mesmo período no ano passado. O número de vítimas caiu 11,6%, de 129 em abril de 2021 para 114 no mesmo mês deste ano. Os dados, com os indicadores de abril, foram divulgados nesta quinta-feira (12) pela Secretaria da Segurança Pública (SSP).
O mês de abril de 2022 se encerrou com uma queda no número de homicídios no Rio Grande do Sul em relação ao mesmo período no ano passado. O número de vítimas caiu 11,6%, de 129 em abril de 2021 para 114 no mesmo mês deste ano. Os dados, com os indicadores de abril, foram divulgados nesta quinta-feira (12) pela Secretaria da Segurança Pública (SSP).
O resultado acontece após ligeira alta em março. Entretanto, na soma de janeiro a abril, o Rio Grande do Sul registra queda nos assassinatos, de 564 no ano passado para 544 (-3,5%) em 2022 – tanto no recorte mensal quanto no acumulado, os totais atuais são os menores desde 2006.
Quanto aos casos de feminicídio, houve 9 vítimas em abril no Estado, cinco a menos que as 14 de abril do ano passado, o que representa baixa de 35,7%, após 3 meses seguidos de altas. A diminuição, porém, ainda não foi suficiente para reverter o cenário no acumulado desde janeiro, que ainda contabiliza duas vítimas a mais que no mesmo período de 2021, passando de 34 para 36.
Entre os outros quatro indicadores de violência contra a mulher monitorados pela SSP, a maioria fechou em queda. Em abril, o destaque foi a diminuição de 12,7% nos registros de ameaça, com 332 casos a menos. As tentativas de feminícidio tiveram dois casos a mais que no mesmo mês de 2021, mas apresentam retração de 22,4% no acumulado de janeiro a abril, passando de 98 ocorrências no ano passado para 76 neste ano.
 
Entre os crimes contra a vida, o delito que contrariou a tendência de queda observada em abril foi o latrocínio. O número de roubos com morte no mês passou de três, em 2021, para seis neste ano (100%). Na Capital, houve um roubo com morte em abril, número igual ao do mesmo mês em 2021. Na comparação das somas desde janeiro, Porto Alegre contabiliza dois latrocínios neste ano frente a seis ocorridos em igual período do ano passado, o que representa queda de 66,7%.
 
Em Porto Alegre, abril fechou praticamente em estabilidade, com uma vítima de homicídio a mais em relação ao mesmo mês do ano anterior, passando de 24 para 25 (4,2%). Desde janeiro, a Capital soma 100 assassinatos, oito a mais que no mesmo período de 2021 (8,7%).
Entre os principais crimes contra o patrimônio, o roubo de veículos teve queda recorde em abril. Foram 328 casos em todo o Estado, 23% menos que os 426 registrados no mesmo mês em 2021.
 
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário