Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Geral

- Publicada em 07 de Maio de 2022 às 10:20

Início das obras do Quadrilátero Central provoca alterações no trânsito da região

 A partir da noite de domingo (8), será implantado o canteiro de obras no local

A partir da noite de domingo (8), será implantado o canteiro de obras no local


Joel Vargas/Arquivo PMPA/JC
As obras da rua dos Andradas e do Quadrilátero Central, que estavam previstas para iniciar em abril, começarão a partir da próxima semana. A partir da noite de domingo (8), será implantado o canteiro de obras no local. Com isso, o bolsão de estacionamento da avenida Borges de Medeiros será isolado.  O bloqueio será na Borges de Medeiros, entre a esquina Democrática, rua dos Andradas, até o cruzamento com a rua José Montaury. 
As obras da rua dos Andradas e do Quadrilátero Central, que estavam previstas para iniciar em abril, começarão a partir da próxima semana. A partir da noite de domingo (8), será implantado o canteiro de obras no local. Com isso, o bolsão de estacionamento da avenida Borges de Medeiros será isolado.  O bloqueio será na Borges de Medeiros, entre a esquina Democrática, rua dos Andradas, até o cruzamento com a rua José Montaury. 
Segundo a Secretaria Municipal de Mobilidade urbana (Smmu), por meio da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), neste primeiro momento, não serão necessários desvios de trânsito e transporte. Agentes serão direcionados para orientar a população. Uma vez finalizado o canteiro de obras, os trabalhos começarão pela rua Otávio Rocha. Os bloqueios serão avisados previamente antes da execução de cada etapa.
A revitalização do Quadrilátero Central terá o custo de R$ 16 milhões, oriundos de financiamento do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF). O projeto possui prazo de execução de 18 meses e prevê a ampliação de calçadas, qualificando travessias, reduzindo barreiras de acessibilidade e melhorando a pavimentação, além da implantação de novo mobiliário urbano, reaproveitamento do calçamento histórico não danificado, melhorias na iluminação pública e ampliação do videomonitoramento.
Rede de água
O Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) irá substituir as redes de abastecimento de água existentes no Quadrilátero Central e trechos de ruas próximas do local. As obras custarão R$ 2,8 milhões, vindas de recursos próprios do Município, e terão início em maio, com prazo de execução de dez meses.
As atuais tubulações de ferro fundido foram instaladas nos anos 1970 e serão trocadas por redes polietileno de alta densidade (PEAD). O novo material é leve e flexível, de fácil montagem e manutenção, além de ser resistente a impacto e à corrosão, a maior capacidade de fluxo interno e ter menor custo. Ao todo, serão substituídos 4,5 mil metros de tubulação.
As intervenções irão ocorrer em trechos das ruas Voluntários da Pátria, José Montaury, Andradas, General Vitorino, Uruguai, Borges de Medeiros, Marechal Floriano Peixoto, Vigário José Inácio e Dr Flores. Também está prevista a troca da rede de água no Largo Glênio Peres.
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO