Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Geral

- Publicada em 19 de Fevereiro de 2022 às 09:15

MP-RS irá averiguar demora na realização de exames práticos para CNH

De acordo com o Diário Oficial do Estado, o aumento do valor para tirar a primeira via da CNH no Rio Grande do Sul foi de 10,4%

De acordo com o Diário Oficial do Estado, o aumento do valor para tirar a primeira via da CNH no Rio Grande do Sul foi de 10,4%


JOSE LUIS DA CONCEICAO/CiretranSP/JC
Fabrine Bartz
O mês de fevereiro começou com o aumento do valor para tirar a primeira via da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no Rio Grande do Sul. Com o dobro do percentual registrado em 2020 e 2021, quando o reajuste foi de 4,23%, o aumento neste ano foi de 10,4%, conforme o Diário Oficial do Estado. Além de valores altos, os gaúchos seguem enfrentando filas para realização de aulas e exames práticos.
O mês de fevereiro começou com o aumento do valor para tirar a primeira via da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no Rio Grande do Sul. Com o dobro do percentual registrado em 2020 e 2021, quando o reajuste foi de 4,23%, o aumento neste ano foi de 10,4%, conforme o Diário Oficial do Estado. Além de valores altos, os gaúchos seguem enfrentando filas para realização de aulas e exames práticos.
De acordo com o último levantamento realizado pelo Departamento de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran/RS), atualizado no dia 4 de fevereiro, 144.081 candidatos estavam aptos a realizar as provas, sendo 37.420 para a teórica e 106.661 para a prática. Na tentativa de agilizar o processo de espera e responsabilizar quem esteja contribuindo para a demora, nesta semana, o deputado Giuseppe Riesgo (Novo) levou o assunto para apuração no Ministério Público (MP-RS).
"Nossa preocupação é com o atual cenário, mas também com o cenário futuro. Procuramos o Ministério Público, devido a inaptidão do governo do Estado e do órgão responsável pelas provas de habilitação, pois achamos que essa situação está insustentável”, lamenta Riesgo.
O estado de greve deflagrado pelo Sindicato dos Servidores do Detran/RS (Sintect-RS) foi um dos motivos apontados para os atrasos. Durante uma reunião na terça-feira (12) com o Subprocurador-Geral de Justiça, Júlio de Melo, e com o promotor Fernando Sgarbossa, o deputado exigiu que se apure as alegações da autarquia sobre as paralisações decorrentes da pandemia e os possíveis problemas estruturais nos Centros de Formação de Condutores (CFCs) ressalvados pelos servidores.
Segundo o parlamentar, para diminuir o período de espera para execução de aulas e exames, contratações emergenciais de instrutores estão em andamento. No entanto, é necessário que os servidores retomem o trabalho normalmente. Em contrapartida, o MP-RS manifestou que irá averiguar a demora na realização dos exames práticos e, ainda, apontou a gravidade da situação que afeta milhares de gaúchos, com a tendência de piorar se nenhuma ação for tomada.

Confira os novos valores da CNH no RS

  • Categoria A (moto): R$ 2.331,32;
  • Categoria B (carro): R$ 2.714,16;
  • Categoria AB (moto e carro): R$ 4.313,67;
  • Categoria ACCB (ciclomotor e carro): R$ 3.486,50.
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO