Porto Alegre, segunda-feira, 04 de outubro de 2021.
Dia Mundial da Arquitetura. Dia do Barman e dia Mundial dos Animais.
Porto Alegre,
segunda-feira, 04 de outubro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

EDUCAÇÃO

- Publicada em 04/10/2021 às 18h25min.

Em Gramado, ministro da Educação anuncia investimentos em transporte escolar e robótica

Ribeiro participou de reunião com mais de 300 prefeitos gaúchos, no Auditório da Expogramado

Ribeiro participou de reunião com mais de 300 prefeitos gaúchos, no Auditório da Expogramado


FAMURS/DIVULGAÇÃO/JC
Em agenda na cidade de Gramado (RS), nesta segunda-feira (4), onde reuniu-se com representantes de mais de 300 prefeituras gaúchas, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, anunciou a destinação, nos próximos meses, de mais de 7 mil ônibus escolares para os municípios brasileiros, além do lançamento de um programa educacional de robótica, que beneficiará as escolas gaúchas.
Em agenda na cidade de Gramado (RS), nesta segunda-feira (4), onde reuniu-se com representantes de mais de 300 prefeituras gaúchas, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, anunciou a destinação, nos próximos meses, de mais de 7 mil ônibus escolares para os municípios brasileiros, além do lançamento de um programa educacional de robótica, que beneficiará as escolas gaúchas.
"O Ministério da Educação (MEC) é para os brasileiros. Não sou político nem candidato, estou aqui para servir à educação do País”, afirmou Ribeiro no encontro "Melhorias na Educação: atendimento aos prefeitos do Rio Grande do Sul", organizado pela Federação das Associações dos Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) para esclarecer os gestores sobre projetos, programas e políticas públicas do governo federal na área educacional.
Promovido em parceria com o MEC, com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e com a Prefeitura de Gramado, o evento, no no Auditório da Expogramado, também foi marcado pela criação de Câmaras Temáticas de inovação e educação da Famurs, que serão compostas por prefeitos. Segundo o presidente da Federação, Eduardo Bonotto, é fundamental desenvolver estratégias que aproximem os gestores de projetos a curto prazo e que tragam educação e desenvolvimento para os municípios gaúchos.
O encontrou contou ainda com a presença do presidente do FNDE, Marcelo Lopes da Ponte, e equipes técnicas do governo federal. “Conseguimos atender mais de 300 prefeituras, é um dia de muito trabalho em que prefeitos, secretários municipais e equipes técnicas podem esclarecer suas dúvidas sobre projetos, programas e políticas públicas que o Ministério, visando o desenvolvimento educacional de cada região”, destacou Bonotto.
O ministro Ribeiro agradeceu à Famurs pela mobilização e participação de tantas prefeituras. No encontro, as equipes do MEC e do FNDE realizaram atendimentos individualizados aos gestores municipais. Entre as principais demandas abordadas estiveram as ligadas ao funcionamento do Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle (SIMEC); o novo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb); o Plano de Ações Articuladas (PAR 4); e captações de recursos para as escolas. Também houve a assinatura simbólica de atas de registro de preços de ônibus escolares.
Ponte destacou também a importância do programa Caminho da Escola para o transporte de estudantes, e disse que um dos objetivos do encontro foi resolver pendências e permitir investimentos em educação. “Esses ônibus são especialmente desenvolvidos para o transporte dos estudantes em áreas rurais e urbanas, de forma segura e confortável. É uma importante política educacional no combate à evasão escolar", enfatizou o presidente do FNDE.
Também participaram da agenda o prefeito de Gramado, Nestor Tissot, anfitrião do evento, e o senador Luis Carlos Heinze (PP), que destacou a necessidade de atenção especial à retomada do ensino presencial no Estado. Segundo ele, "um dos maiores prejuízos que pandemia produziu é o déficit educacional".
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário