Porto Alegre, domingo, 03 de outubro de 2021.
Dia do Petróleo Brasileiro. Dia Mundial do Dentista.
Porto Alegre,
domingo, 03 de outubro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Responsabilidade Social

- Publicada em 03/10/2021 às 17h45min.

Carreata da Apae Porto Alegre tem grande mobilização

Embaixadores da Apae Porto Alegre, o ex-jogador Dunga e o humorista, Jair Cláudio Kobe, conhecido como o Guri de Uruguaiana

Embaixadores da Apae Porto Alegre, o ex-jogador Dunga e o humorista, Jair Cláudio Kobe, conhecido como o Guri de Uruguaiana


APAE PORTO ALEGRE/COMCONEXÃO
A primeira Carreata Solidária da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) Porto Alegre ocorrida, na manhã deste domingo (3), reuniu entre 150 a 200 veículos, que saíram da rótula do Papa, no bairro Menino Deus e percorreram as principais ruas e avenidas da Zona Sul da Capital. O objetivo da mobilização foi chamar a atenção para as ações e políticas públicas da entidade destinadas às pessoas com deficiência intelectual e múltipla.
A primeira Carreata Solidária da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) Porto Alegre ocorrida, na manhã deste domingo (3), reuniu entre 150 a 200 veículos, que saíram da rótula do Papa, no bairro Menino Deus e percorreram as principais ruas e avenidas da Zona Sul da Capital. O objetivo da mobilização foi chamar a atenção para as ações e políticas públicas da entidade destinadas às pessoas com deficiência intelectual e múltipla.
Em cima de um caminhão de som, estavam alguns dos embaixadores da Apae Porto Alegre, como o ex-jogador Dunga e o humorista, Jair Cláudio Kobe, conhecido como o Guri de Uruguaiana. A atividade que normalmente acontece no formato de caminhada, este ano, devido a pandemia, teve de ser modificada.
Colaboradores, amigos e parceiros da Apae de Porto Alegre formaram uma longa fila de carros, a maioria decorados com balões brancos e amarelos, que seguiu, ida e volta, por um trajeto de mais de 10 quilômetros pelas as avenidas Érico Veríssimo, Aureliano de Figueiredo Pinto, Borges de Medeiros, Padre Cacique e Diário de Notícias e que terminou por volta das 12h na rótula do Papa.
De acordo com o presidente da entidade, Renato Ferreira, anualmente são atendidas mais de 20 mil pessoas. E a Apae Porto Alegre realiza um trabalho voltado ao desenvolvimento, inclusão, educação, esporte, cultura, saúde, além de outras atividades, voltadas a uma melhor qualidade de vida a pessoas com deficiência intelectual e múltipla e do transtorno do espectro autista.
“A carreata serve justamente para mostrar à população e ao poder público o nosso trabalho e mostrar também, que com a pandemia, o caixa da entidade baixou bastante”, explica Ferreira. Ele cita que é necessário que haja um maior engajamento de todos, uma vez que a entidade precisa da ajuda da população neste momento. Ferreira lembra que, mesmo com a pandemia, não houve demissões do quadro de colaboradores. “Os salários foram pagos em dia, mas, nestes últimos dois meses de 2021, as coisas ficaram um pouco mais complicadas. E agora, queremos que as pessoas entrem em nossas redes sociais, porque lá estão as informações necessárias para prestar auxílio”, detalha.
Dunga, por sua vez, salientou que apoia a entidade já há um bom tempo e que, neste período, tem acompanhado as ações benéficas da Apae Porto Alegre. “Quanto mais houver colaboração, mais forte a Apae será em seu trabalho”, acrescenta.
Durante a carreata, foram observadas a adoção de medidas sanitárias contra a Covid-19, sendo que todos estavam de máscaras e a grande maioria fazia uso de álcool em gel, dentro e fora de seus carros. A ação também contou com a venda de camisetas comemorativa. E em 2022, a Apae Porto Alegre completará 60 anos e já está estudando novas ações para marcar a data.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário