Porto Alegre, segunda-feira, 19 de julho de 2021.
Nelson Mandela Day.
Porto Alegre,
segunda-feira, 19 de julho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

energia

- Publicada em 09h54min, 19/07/2021. Atualizada em 11h45min, 19/07/2021.

Cerca de 100 mil gaúchos seguem sem luz nesta segunda-feira após fortes ventos

Equipes da CEEE e RGE trabalham para normalizar o fornecimento de energia elétrica

Equipes da CEEE e RGE trabalham para normalizar o fornecimento de energia elétrica


JOÃO MATTOS/ARQUIVO/JC
Atualizada às 11h50min
Atualizada às 11h50min
Os fortes ventos que atingiram o Rio Grande do Sul no domingo (18) deixam aproximadamente 100 mil gaúchos sem energia elétrica na manhã desta segunda-feira (19). Segundo informou a CEEE, recentemente adquirida pelo Grupo Equatorial, com a continuidade dos ventos o número clientes sem luz voltou a subir nesta manhã e atingiu 100 mil, caindo posteriormente para 91 mil.
Os lugares com o maior número de ocorrências são: zona rural de Pelotas (Sul); Maquiné (Litoral Norte); e Santa Vitória do Palmar (Litoral Sul). O pior cenário foi verificado às 16h do domingo, com um total de 161 mil clientes sem energia. As regiões com maior número de ocorrências eram Sul e Metropolitana, especialmente Pelotas, Porto Alegre e Viamão.
A CEEE segue trabalhando ininterruptamente, com a estrutura adicional mobilizada para normalizar o fornecimento o mais depressa possível. Se faltar energia, os clientes podem enviar um torpedo para 27307, com a palavra LUZ e o número da unidade consumidora, localizado no canto superior direito da fatura. Além disso, orienta para que ninguém se aproxime de cabos caídos, nem de galhos e árvores próximos, pois podem estar energizados. Nestas situações, o mais indicado é entrar em contato direto com a concessionária pelo telefone 0800-721-2333.
Na área de abrangência da RGE, cerca de 11 mil gaúchos permanecem sem energia nesta manhã. Deste número, a maioria dos clientes reside na Região metropolitana de Porto Alegre. No comunicado divulgado para a imprensa, a companhia relata que o vento persiste, o que dificulta "informar a previsão de normalização total" das regiões sem luz.
Canoas e Gravataí são as duas cidades mais afetadas. Equipes da RGE atuam com intuito de estabilizar o serviço o mais rápido possível.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário