Porto Alegre, domingo, 18 de abril de 2021.
Dia Nacional do Livro Infantil.
Porto Alegre,
domingo, 18 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Gestão

- Publicada em 11h08min, 18/04/2021.

Prefeitura de Porto Alegre quer criar selo de qualidade para prestadores de serviços

Administração planeja que serviço seja fiscalizado por meio de georreferenciamento

Administração planeja que serviço seja fiscalizado por meio de georreferenciamento


LUCIANO LANES/PMPA/JC
Yasmim Girardi
A prefeitura de Porto Alegre está trabalhando na criação de um selo para os prestadores de serviços do município. O objetivo é que as empresas que cumprem prazos, respeitam as regras e entregam um bom serviço sejam reconhecidas, evitando contratações que possam resultar em atrasos e perda de dinheiro para a cidade. O projeto ainda está em fase de elaboração.
A prefeitura de Porto Alegre está trabalhando na criação de um selo para os prestadores de serviços do município. O objetivo é que as empresas que cumprem prazos, respeitam as regras e entregam um bom serviço sejam reconhecidas, evitando contratações que possam resultar em atrasos e perda de dinheiro para a cidade. O projeto ainda está em fase de elaboração.
O selo está sendo criado pelo prefeito da cidade, Sebastião Melo (MDB), a Companhia de Processamento de Dados de Porto Alegre (Procempa) e alguns secretários. Para isso, todos os prestadores de serviço com contrato vigente estão sendo convocados para reuniões. “Estamos ouvindo todo mundo e colhendo sugestões. Mas, até agora, a ideia tem sido muito aplaudida”, conta Melo. Depois, a prefeitura avaliará as contribuições e estabelecerá os critérios para ganhar o selo.
O processo de rescisão de contrato na administração pública é longo e complicado. A ideia de Melo é simplificar essa decisão. Recentemente, a prefeitura rescindiu o contrato de uma empresa responsável pela revitalização de parte das praças e parques da cidade. “Rescindimos o contrato de uma empresa má prestadora de serviços. Vou rescindir o contrato dos maus prestadores de serviço. E não só isso, também vou pedir para a Procuradoria-Geral do Município (PGM) informar o judiciário, para que esses maus prestadores sejam desabilitados a serem contratados pelo poder público”, afirma.
Por enquanto, a ideia é que o selo venha junto na fatura do serviço. “Assim, poderemos pagar pelo serviço com a certeza de que é de qualidade”, defende Melo. Foi decidido também que, a partir de agora, as empresas deverão provar que o serviço foi feito e que é de qualidade. “Hoje, quando a grama da cidade é cortada, ainda é o fiscal do contrato que vai atestar. Isso é um processo defasado. Uma gestão moderna tem que ter um sistema georreferenciado com fotografia que prova a realização e a qualidade do serviço.”
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário