Porto Alegre, sábado, 03 de abril de 2021.
Dia do Atuário.
Porto Alegre,
sábado, 03 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORONAVÍRUS

- Publicada em 17h28min, 03/04/2021.

Artistas e políticos lamentam morte de Agnaldo Timóteo

Fãs, artistas e políticos lamentaram nas redes sociais e na TV a morte do cantor Agnaldo Timóteo, na manhã deste sábado (3), no Rio de Janeiro. Aos 84 anos, ele estava internado desde o dia 17 de março e foi vítima de complicações da Covid-19.
Fãs, artistas e políticos lamentaram nas redes sociais e na TV a morte do cantor Agnaldo Timóteo, na manhã deste sábado (3), no Rio de Janeiro. Aos 84 anos, ele estava internado desde o dia 17 de março e foi vítima de complicações da Covid-19.
O intérprete Neguinho da Beija-Flor deu um depoimento emocionado à GloboNews, em que destacou a potência vocal do amigo, mesmo aos 84 anos. "A maior voz do País." Ele frisou o medo que Timóteo tinha de contrair a covid-19. "Ele era um cara precavido, se resguardava", relatou Neguinho, que já teve a doença. "Vamos nos precaver, usar máscara e ficar em casa. É isso que acontece. Perde-se amigos, parentes", lamentou.
O cantor Ronnie Von destacou o lado humano de Timóteo e sua preocupação com colegas da classe artística que passavam por dificuldades. "Por mais discutível que seja a postura de Agnaldo na política, de polemizar e criar certos desconfortos em vários segmentos, ele era um ser humano de primeira grandeza", disse.
Políticos também se despediram do cantor, que começou a atuar na política a partir de 1982, na época como deputado federal no Rio de Janeiro, pelo PDT. "Vá em paz Agnaldo Timóteo! Um abraço solidário aos familiares e amigos", disse a ex-deputada gaúcha Manuela DÁvila (PCdoB), no Twitter.
Além dela, despediram-se por mensagens outras personalidades da política como as deputadas federais Benedita da Silva (PT-RJ) e Jandira Feghali (PCdoB-RJ), o ex-parlamentar Chico Alencar (PSOL-RJ) e o vereador Fernando Holiday (Patriota-SP).
O ministro das Comunicações, Fábio Faria, também lamentou a morte. "Meus sentimentos à família do cantor e ex-deputado federal Agnaldo Timóteo, que nos deixou neste sábado aos 84 anos. Grande perda para o País, deixa um legado inestimável aos seus fãs!", afirmou.
O cantor era botafoguense fanático e foi homenageado pelo clube em nota. "Com muita dor, o Botafogo lamenta a morte de Agnaldo Timóteo, cantor e compositor brasileiro, botafoguense apaixonado. O clube deseja conforto aos amigos e familiares neste momento difícil."
O humorista e também alvinegro, Marcelo Adnet, também deu seu depoimento. "Vá com Deus, grande botafoguense! Lamentável fase do nosso País! Cuidem-se!", escreveu.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO