Porto Alegre, terça-feira, 30 de março de 2021.
Porto Alegre,
terça-feira, 30 de março de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Segurança Pública

- Publicada em 17h47min, 30/03/2021.

Comando-Geral da Brigada Militar terá novo titular no Rio Grande do Sul

Governador Leite e vice Ranolfo fizeram convite aos coronéis Mohr (E) e Santarosa (D) nesta terça

Governador Leite e vice Ranolfo fizeram convite aos coronéis Mohr (E) e Santarosa (D) nesta terça


Itamar Aguiar - Divulgação/JC
O Comando-Geral da Brigada Militar (BM) no Rio Grande do Sul terá troca de titular. Quem assumirá o cargo será o atual subcomandante-geral, coronel Vanius César Santarosa. Ele irá substituir o coronel Rodrigo Mohr Picon, que deve assumir uma vaga como desembargador no Tribunal de Justiça Militar (TJM). O convite foi feito por indicação do governador Eduardo Leite, na tarde desta terça-feira (30), no Palácio Piratini, em conjunto com o vice-governador e secretário da Segurança Pública, delegado Ranolfo Vieira Júnior. O nome que irá assumir o posto de subcomandante-geral ainda está em análise. 
O Comando-Geral da Brigada Militar (BM) no Rio Grande do Sul terá troca de titular. Quem assumirá o cargo será o atual subcomandante-geral, coronel Vanius César Santarosa. Ele irá substituir o coronel Rodrigo Mohr Picon, que deve assumir uma vaga como desembargador no Tribunal de Justiça Militar (TJM). O convite foi feito por indicação do governador Eduardo Leite, na tarde desta terça-feira (30), no Palácio Piratini, em conjunto com o vice-governador e secretário da Segurança Pública, delegado Ranolfo Vieira Júnior. O nome que irá assumir o posto de subcomandante-geral ainda está em análise. 
Leite destacou que "os bons resultados" alcançados na segurança do Estado, "que são exemplo para o Brasil com o RS Seguro" têm a participação da BM com o atual comando do coronel Mohr e também do coronel Santarosa. Com 34 anos de serviço ativo na Brigada Militar, Mohr assume no TJM a vaga deixada pelo desembargador Antônio Carlos Maciel Rodrigues, que também foi comandante-geral da BM entre 1991 e 1993.
Santarosa também tem 34 anos de serviço ativo na corporação. "Não tenho dúvida de que ele manterá o mesmo empenho e comprometimento observados até aqui, garantido o trabalho exitoso da nossa Brigada Militar", afirmou o vice Ranolfo. Ele destacou o trabalho de Mohr como um dos melhores comandos que a BM já teve. "Mohr é absolutamente merecedor dessa nova atribuição, que com certeza representa um grande ganho para a Justiça Militar do Rio Grande do Sul", observou. 
O TJM é o órgão recursal da Justiça Militar estadual, constituído por sete desembargadores: quatro militares, oficiais do mais alto posto da BM (coronéis), nomeados pelo governador; três juízes civis, sendo um magistrado de carreira, promovido pelo Tribunal de Justiça Militar, um representante do Ministério Público e um representante da OAB, esses dois últimos também nomeados pelo governador.
Comentários CORRIGIR TEXTO