Porto Alegre, domingo, 10 de janeiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 10 de janeiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Distanciamento controlado

- Publicada em 11h00min, 09/01/2021. Atualizada em 15h03min, 10/01/2021.

Porto Alegre combate aglomerações em redutos da boemia no fim de semana

Operações ocorreram na frente de bares onde os frequentadores não estavam respeitando o distanciamento social

Operações ocorreram na frente de bares onde os frequentadores não estavam respeitando o distanciamento social


PMPA/Divulgação/JC
Atualizada em 10/01/2021, às 15h - Aglomerações foram registradas em bairros com concentração de bares em Porto Alegre no fim de semana. Brigada Militar (BM), Guarda Municipal e Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) agiram para dissipar os grupos nas madrugadas de deste sábado (9) e domingo (10).
Atualizada em 10/01/2021, às 15h - Aglomerações foram registradas em bairros com concentração de bares em Porto Alegre no fim de semana. Brigada Militar (BM), Guarda Municipal e Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) agiram para dissipar os grupos nas madrugadas de deste sábado (9) e domingo (10).
O prefeito da Capital, Sebastião Melo, garantiu mais rigor na ação da fiscalização, após oficializar a cogestão e adoção de regras mais flexíveis para atividades econômicas.  
As operações ocorreram na frente de bares onde os frequentadores não estavam respeitando o distanciamento social, nas ruas Fernando Machado (Centro Histórico), Padre Chagas (Moinhos de Vento) e Lima e Silva (Cidade Baixa), no Largo dos Açorianos e na Praça XV (Centro Histórico).
A Guarda Municipal salienta que a colaboração da população é fundamental para enfrentar a pandemia da Covid-19. O comandante da corporação, Marcelo Nascimento, afirma que as pessoas podem contribuir respeitando os protocolos e denunciando irregularidades pelos telefones 156 e 153. "Estaremos atentos e vamos agir sempre em prol da proteção da população e das atividades econômicas da cidade", diz Nascimento.
Comentários CORRIGIR TEXTO