Porto Alegre, sexta-feira, 11 de dezembro de 2020.
Dia do Arquiteto. Dia do Engenheiro.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 11 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Transporte

- Publicada em 09h12min, 11/12/2020.

Ministro assina ordem de início de obras para reformas das estações do Trensurb

Serão investidos R$ 7,6 milhões em modernizações e acessibilidade

Serão investidos R$ 7,6 milhões em modernizações e acessibilidade


O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, assina nesta sexta-feira (11) a ordem de início de serviços das obras de reformas das estações do Trensurb. A cerimônia acontece às 12h30, na sede do Trensurb, no bairro Humaitá, em Porto Alegre.
O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, assina nesta sexta-feira (11) a ordem de início de serviços das obras de reformas das estações do Trensurb. A cerimônia acontece às 12h30, na sede do Trensurb, no bairro Humaitá, em Porto Alegre.
No total, serão investidos R$ 7,6 milhões em recursos do governo federal para modernizar e adaptar às normas de acessibilidade 12 estações do metrô, além da recuperação de passarelas e terminais de integração de cinco estações.
Os serviços previstos nas estações Aeroporto, Anchieta, Niterói e Fátima consistem em recuperação da pintura; reforma de sanitários (incluindo adaptação para pessoas com deficiência); instalação de portas automáticas de acesso; instalação de piso podotátil e de elevadores. O prazo de execução é de oito meses a partir da ordem de início de serviços.
Já nas estações Mercado e São Pedro serão realizadas adequação de corrimãos às normas de acessibilidade e PPCI; instalação de piso podotátil; adequação de sanitários para pessoas com deficiência e instalação de porta automática de acesso na Estação São Pedro.
Nas estações São Luís e Petrobras, em Canoas, Luiz Pasteur e Sapucaia, em Sapucaia do Sul haverá a recuperação da pintura; reforma de sanitários (incluindo adaptação para pessoas com deficiência); instalação de portas automáticas de acesso, instalação de elevadores entre outras melhorias.
As estações Unisinos e São Leopoldo terão a construção de sanitários para pessoas com deficiência; instalação de piso podotátil e substituição de piso das plataformas; instalação de portas automáticas de acesso e a instalação de elevador na Estação Unisinos.
Está previsto, ainda, a reforma de passarelas e terminais de integração nas estações Niterói, Fátima, Mathias Velho, Esteio e Sapucaia: recuperação de coberturas; iluminação; estruturas metálicas e em concreto; reparos no piso dos passeios; e a execução de cobertura da passarela do lado leste da Estação Mathias Velho.
Comentários CORRIGIR TEXTO