Porto Alegre, quinta-feira, 03 de dezembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 03 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Meio Ambiente

- Publicada em 21h10min, 03/12/2020.

Prefeitura de Porto Alegre deve assumir cuidados com as mais de 1,6 mil mudas de árvores plantadas pela Engemaia

Empresa plantou 1.675 mudas em calçadas, canteiros centrais e áreas de preservação permanente

Empresa plantou 1.675 mudas em calçadas, canteiros centrais e áreas de preservação permanente


JOYCE ROCHA/JC
Gabriela Porto Alegre
Com convênio encerrado no dia 19 de novembro, a prefeitura de Porto Alegre deve assumir os cuidados com as mais de 1,6 mil mudas de árvores plantadas na Capital pela empresa Engemaia Ldta.
Com convênio encerrado no dia 19 de novembro, a prefeitura de Porto Alegre deve assumir os cuidados com as mais de 1,6 mil mudas de árvores plantadas na Capital pela empresa Engemaia Ldta.
Em 2019, a prefeitura prometeu fazer uma ação inédita, coordenada pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams), com o objetivo de plantar, somente no ano de 2020, pelo menos 4,7 mil mudas de árvores. À época, a novidade era de que o projeto envolveria, pela primeira vez, a contratação de uma empresa especializada para plantar e acompanhar, de forma planejada, a evolução das mudas. A vencedora da licitação foi a Engemaia. O valor da ata de registro de preço, que é o limite que poderia ser utilizado nos 12 meses de duração do convênio, era de R$ 2,1 milhões.
Em julho deste ano, quando a empresa deu início ao plantio, a expectativa da prefeitura era de que 1.865 mudas de árvores fossem plantadas até dezembro, sendo 715 em vias públicas e 1.150 em áreas de preservação permanente, como a Orla do Guaíba e a praça Jornalista Orlando Loureiro. Já em outubro, uma nova estimativa foi feita pela Smams. Desta vez, considerando um plantio entre 1.500 a 1.700 mudas até a finalização do convênio.
Passado o prazo do registro de preço firmado com a Engemaia, 1.675 mudas de árvores foram plantadas em calçadas, canteiros centrais e áreas de preservação permanente, segundo a própria Smams.
Com o fim do convênio, a ideia é de que a própria pasta assuma os cuidados com as mudas. "Com o fim do registro de preço firmado com a Engemaia, a irrigação necessária para a viabilidade das mudas vai ser realizada com recursos próprios", garantiu a Smams, por meio de nota. "A equipe técnica da Smams também já estuda a definição de novo contrato com empresa terceirizada, cobrindo tanto a etapa de plantio quanto a de manutenção".
Comentários CORRIGIR TEXTO