Porto Alegre, segunda-feira, 23 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 23 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

EDUCAÇÃO

- Publicada em 18h12min, 23/11/2020. Atualizada em 21h44min, 23/11/2020.

Em bandeira vermelha por duas semanas, quatro regiões terão de interromper aulas presenciais

Regra atinge as escolas das regiões de Novo Hamburgo, Canoas, Ijuí e Capão da Canoa

Regra atinge as escolas das regiões de Novo Hamburgo, Canoas, Ijuí e Capão da Canoa


ITAMAR AGUIAR/PALÁCIO PIRATINI/JC
Quatro regiões do Rio Grande do Sul entram na segunda semana consecutiva de bandeira vermelha no distanciamento controlado e terão de interromper as aulas presenciais nas redes pública e privada de ensino. A regra, imposta pelo Executivo na rodada anterior do modelo, atinge as escolas das áreas de Novo Hamburgo, Canoas, Ijuí e Capão da Canoa.
Quatro regiões do Rio Grande do Sul entram na segunda semana consecutiva de bandeira vermelha no distanciamento controlado e terão de interromper as aulas presenciais nas redes pública e privada de ensino. A regra, imposta pelo Executivo na rodada anterior do modelo, atinge as escolas das áreas de Novo Hamburgo, Canoas, Ijuí e Capão da Canoa.
Antes, bastava uma semana em bandeira vermelha para que as aulas fossem interrompidas, no entanto, decisão divulgada na semana passada (28ª rodada do modelo) determinou a necessidade de duas semanas consecutivas sob essa classificação para que as escolas fiquem impedidas de abrir. 
Nesta segunda-feira (23), o governo gaúcho divulgou o novo cenário do mapa do Estado, que tem 8 regiões em bandeira vermelha e 13 em laranja.
A decisão sobre as aulas impacta também na realização de eventos, que só podem ocorrer em municípios que autorizaram e que estão no processo de retomada escolar.
 As atividades presenciais nas escolas gaúchas foram retomadas em 8 de setembro, para as turmas de Educação Infantil. No dia 21 de setembro, foi a vez das instituições de Ensino Superior, Médio e Técnico. O reinício para as turmas do Ensino Fundamental foi autorizado em 28 de outubro, e do Ensino Médio em 20 de outubro. Já em 12 de novembro ocorreu o retorno do restante das turmas do Ensino Fundamental.
Comentários CORRIGIR TEXTO