Porto Alegre, quarta-feira, 18 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 18 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Transportes

- Publicada em 12h17min, 18/11/2020. Atualizada em 17h47min, 18/11/2020.

Empresa descarta aumento de passagem do catamarã devido a menor fluxo na pandemia

A CatSul contabiliza as perdas este ano com a queda de 50% no numero de usuários do catamarã

A CatSul contabiliza as perdas este ano com a queda de 50% no numero de usuários do catamarã


MARIANA CARLESSO/JC
Roberta Mello
A viagem do catamarã que transporta por água passageiros entre Porto Alegre e Guaíba, na Região Metropolitana, continuará custando o mesmo preço. A CatSul, operadora do barco que faz a travessia, garantiu, nesta quarta-feira (18), que o reajuste tarifário não será feito agora, apesar da Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (Agergs) já ter autorizado.
A viagem do catamarã que transporta por água passageiros entre Porto Alegre e Guaíba, na Região Metropolitana, continuará custando o mesmo preço. A CatSul, operadora do barco que faz a travessia, garantiu, nesta quarta-feira (18), que o reajuste tarifário não será feito agora, apesar da Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (Agergs) já ter autorizado.
A CatSul contabiliza as perdas este ano com a queda de 50% no numero de usuários. A média diária de passageiros antes do agravamento da pandemia, em março, era de 2,5 mil. Atualmente, 1,2 mil passageiros trafegam diariamente. E este é o número durante o chamado período de recuperação.
O catamarã chegou a transportar apenas 80 pessoas em alguns dias, de acordo com a assessoria de imprensa da CatSul. De julho a setembro, o transporte foi interrompido aos finais de semana.
A empresa não disse se fará o aumento em um futuro próximo nem quis adiantar de quanto ele poderia ser. A Agergs estipulou, na terça-feira (17), que o valor da tarifa pode subir R$ 0,95 chegando a R$ 12,90 - 6,2183% superior aos atuais R$ 11,95.
Em fevereiro deste ano, a CatSul realizou um aumento de R$ 0,45 na passagem - abaixo do valor autorizado pela Agergs em dezembro do ano anterior. Vale lembrar que no final de 2019, a empresa também optou por não fazer o reajuste naquele momento. Poucos meses depois, o valor foi repassado ao bolso dos passageiros.
Comentários CORRIGIR TEXTO