Porto Alegre, terça-feira, 10 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 10 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

EDUCAÇÃO

- Publicada em 19h30min, 10/11/2020.

RS registra retomada das aulas presenciais em apenas 168 escolas da rede pública

Apenas 168 escolas da rede pública estadual retomaram as atividades presenciais até o momento

Apenas 168 escolas da rede pública estadual retomaram as atividades presenciais até o momento


ITAMAR AGUIAR/PALÁCIO PIRATINI/JC
Um total de 168 escolas do Rio Grande do Sul retomaram as aulas presenciais no início desta semana, após o governo gaúcho ter derrubado a liminar que suspendia as atividades em sala de aula. Segundo a Secretaria Estadual da Educação (Seduc), o número refere-se à notificação de escolas em funcionamento registradas pelas 30 Coordenadorias Regionais de Educação (CREs).
Um total de 168 escolas do Rio Grande do Sul retomaram as aulas presenciais no início desta semana, após o governo gaúcho ter derrubado a liminar que suspendia as atividades em sala de aula. Segundo a Secretaria Estadual da Educação (Seduc), o número refere-se à notificação de escolas em funcionamento registradas pelas 30 Coordenadorias Regionais de Educação (CREs).
As aulas presencias estão autorizadas para os alunos da rede estadual dos Ensinos Médio, Técnico e dos anos finais do Ensino Fundamental. No entanto, 234 dos 497 municípios gaúchos ainda não reabriram as escolas, por estabelecerem decretos que restringem as aulas presenciais. Nessas regiões, segundo a Seduc, estão concentradas matrículas de cerca de 300 mil alunos.
Até o presente momento, o governo do Estado registrou a entrega de 88% dos materiais prioritários para enfrentamento e controle da pandemia da Covid-19 nas escolas, como álcool gel, máscaras e termômetros, indispensáveis para a realização de aulas presenciais. Produtos de limpeza e de higienização também vêm sendo entregues pela equipe da Seduc, que informa investimento de R$ 15,3 milhões do Executivo gaúcho para a compra de EPIs e materiais de higienização, entregues às instituições de ensino desde outubro. novembro.
De acordo com a Seduc, já foram constituídos 2.299 Centros de Operação em Emergência (COEs) nas escolas, publicados em Diário Oficial, e as instituições de ensino que ainda não reiniciaram as atividades presenciais deverão permanecer abertas, em regime de plantão, para que possam receber os EPIs e demais materiais, bem como organizar os espaços físicos de acordo com os protocolos sanitários e apoio às aulas remotas.
De acordo com o Cpers Sindicato, proponente da liminar que barrava a retomada das aulas presencias no Estado, sua assessoria jurídica já encaminhou à Justiça estadual pedido de reconsideração da decisão que determinou, na quinta-feira (5), a volta às aulas presenciais na rede estadual de ensino.
Comentários CORRIGIR TEXTO