Porto Alegre, quinta-feira, 29 de outubro de 2020.
Dia nacional do Livro e Dia mundial de combate ao AVC.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 29 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mobilidade

- Publicada em 11h10min, 29/10/2020. Atualizada em 14h30min, 29/10/2020.

Trensurb investirá R$ 7,8 milhões na modernização e recuperação de estações

Reformas serão feitas com recursos de crédito suplementar do governo federal

Reformas serão feitas com recursos de crédito suplementar do governo federal


CLAUDIO FACHEL/ARQUIVO/JC
A Trensurb prevê investir até R$ 7,8 milhões em quatro editais de licitação visando à realização de obras em estações do trem que liga Porto Alegre às cidades de Região Metropolitana. Três editais tratam da contratação de obras para modernizar e recuperar 12 estações da Linha 1 do metrô, além de adaptá-las às normas de acessibilidade. O quarto prevê a recuperação de passarelas e terminais de integração de cinco estações.
A Trensurb prevê investir até R$ 7,8 milhões em quatro editais de licitação visando à realização de obras em estações do trem que liga Porto Alegre às cidades de Região Metropolitana. Três editais tratam da contratação de obras para modernizar e recuperar 12 estações da Linha 1 do metrô, além de adaptá-las às normas de acessibilidade. O quarto prevê a recuperação de passarelas e terminais de integração de cinco estações.
A verba é proveniente de crédito suplementar do governo federal. As propostas referentes ao primeiro lote serão abertas em 9 de novembro e contemplam as estações Unisinos e São Leopoldo. O projeto básico prevê construção de sanitários para pessoas com deficiência, instalação de piso podotátil e substituição de piso das plataformas, adequação de corrimãos às normas de acessibilidade e plano de prevenção contra incêndio (PPCI), instalação de portas automáticas de acesso e instalação de elevador (na estação Unisinos). O valor estimado dos serviços é de R$ 1,4 milhão e seu prazo de conclusão é de cinco meses a partir da ordem de início de serviços.
No dia 10 de novembro, serão conhecidas as propostas para o lote que inclui as estações São Luís, Petrobras, Luiz Pasteur e Sapucaia. Os serviços previstos contemplam recuperação da pintura, reforma de sanitários (incluindo adaptação para pessoas com deficiência), instalação de portas automáticas de acesso, adequação de corrimãos às normas de acessibilidade e PPCI, instalação de piso podotátil, ajustes na comunicação visual e instalação de elevadores. O valor estimado para a contratação é de R$ 2,4 milhões e o prazo de conclusão dos trabalhos é de sete meses.
Já no dia 16 de novembro, serão abertas as propostas para o lote que inclui as estações Mercado, São Pedro, Aeroporto, Anchieta, Niterói e Fátima. As estações Aeroporto, Anchieta, Niterói e Fátima devem receber as mesmas melhorias previstas para o lote anterior. Já para Mercado e São Pedro, estão previstos adequação de corrimãos às normas de acessibilidade e PPCI, instalação de piso podotátil e adequação de sanitários para pessoas com deficiência, além da instalação de porta automática no acesso à estação São Pedro. O valor estimado dos serviços é de R$ 2,5 milhões e o prazo para sua execução é de oito meses.
Um edital de licitação adicional prevê a reforma de passarelas e terminais de integração das estações Niterói, Fátima, Mathias Velho, Esteio e Sapucaia. O valor estimado dos serviços é de R$ 1,5 milhão e o prazo para sua conclusão é de três meses.
Comentários CORRIGIR TEXTO