Porto Alegre, quarta-feira, 30 de setembro de 2020.
Dia da Secretária. Dia do Jornaleiro.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 30 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

URBANISMO

- Publicada em 18h39min, 30/09/2020.

Prefeitura fará reuniões com investidores interessados na concessão de abrigos de ônibus

Edital contempla dois modelos de abrigos nas paradas de ônibus, que terão câmeras e assentos ----

Edital contempla dois modelos de abrigos nas paradas de ônibus, que terão câmeras e assentos ----


JOYCE ROCHA/JC
Após lançar edital para a concessão de abrigos de ônibus, a prefeitura de Porto Alegre inicia na segunda-feira (5) uma série de encontros virtuais com investidores interessados no processo. As reuniões online seguirão até a sexta-feira (9).
Após lançar edital para a concessão de abrigos de ônibus, a prefeitura de Porto Alegre inicia na segunda-feira (5) uma série de encontros virtuais com investidores interessados no processo. As reuniões online seguirão até a sexta-feira (9).
Na consulta pública e no período que antecedeu o lançamento do edital, em 15 de setembro, os maiores players nacionais e internacionais do segmento contribuíram para o aprimoramento do projeto e demonstraram interesse na concessão. A abertura das propostas ocorrerá no dia 30 de outubro.
As reuniões acontecerão em horários separados, com duração máxima de 1 hora para cada grupo inscrito, e os interessados em participar deverão solicitar o agendamento por e-mail (parcerias@poroalegre.rs.gov.br).
A concessão terá prazo de 20 anos e o critério de julgamento é o de maior oferta de abrigos de ônibus, partindo do mínimo de 1.144 abrigos em 813 paradas de ônibus e chegando ao máximo de 5.325 abrigos em 4.163 paradas. O investimento previsto para a oferta mínima é de R$ 29 milhões e o custo de manutenção está estimado em R$ 339 milhões.
O edital lançado pela administração municipal contempla dois modelos: o abrigo tipo A possui quatro assentos e três tomadas USB; e o tipo B, com três assentos disponíveis. Ambos deverão ter piso tátil e espaço para cadeirantes, iluminação artificial, proteção para vento e chuva, informações sobre circulação e atendimento, além de três faces publicitárias com a possibilidade de colocação de totens separados dos abrigos nos corredores de ônibus.
Terão de ser instaladas, ainda, 100 câmeras de segurança e no mínimo 150 painéis com anúncio de próxima chegada.
Comentários CORRIGIR TEXTO