Porto Alegre, terça-feira, 29 de setembro de 2020.
Dia do Anunciante. Dia do Policial.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 29 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Assistência

- Publicada em 14h26min, 29/09/2020.

Governo divulga calendário de pagamentos da extensão do auxílio emergencial

Primeira parcela residual do auxílio será paga a partir desta quarta-feira, dia 30

Primeira parcela residual do auxílio será paga a partir desta quarta-feira, dia 30


MARCELO CAMARGO/ABR/JC
O Ministério da Cidadania publicou Portaria com o calendário de pagamentos e saques da extensão do auxílio emergencial e o detalhamento de como eles serão feitos. A Portaria consta de edição extra do Diário Oficial da União, publicada na noite desta segunda-feira (28).
O Ministério da Cidadania publicou Portaria com o calendário de pagamentos e saques da extensão do auxílio emergencial e o detalhamento de como eles serão feitos. A Portaria consta de edição extra do Diário Oficial da União, publicada na noite desta segunda-feira (28).
Em nota, o Ministério da Cidadania informou que a primeira parcela residual do auxílio será paga a partir desta quarta-feira (30). Os créditos terão início para aqueles nascidos em janeiro. Inicialmente, será feito o crédito na conta de poupança digital. Somente a partir de 30 de outubro, os nascidos em janeiro poderão fazer o saque dos recursos. O calendário segue na sequência pelo mês de nascimento do beneficiário. A parcela adicional será de R$ 300 ou R$ 600, no caso de mães monoparentais.
Os primeiros beneficiados nesta fase serão aqueles que foram contemplados com o benefício em abril e já receberam as cinco parcelas do auxílio emergencial sem descontinuidade no recebimento. Aqueles que começaram a receber em maio, junho e julho terão os valores residuais creditados em outubro, novembro e dezembro, respectivamente, após o fim do pagamento do auxílio. A extensão do auxílio será paga em até quatro parcelas, com o fim obrigatório em dezembro de 2020.
O Ministério da Cidadania lembra que os beneficiários do Programa Bolsa Família aptos a receber o auxílio emergencial começaram a receber os novos valores do benefício em 17 de setembro. São 16,3 milhões de beneficiários do Bolsa Família que receberão a extensão do auxílio. Segundo o ministério, somando-se a esses os públicos do Cadastro Único (CadÚnico) e daqueles que solicitaram o benefício a partir do aplicativo de celular (Extracad), são 43,3 milhões de brasileiros beneficiados com a parcela extra em setembro, totalizando R$ 13,3 bilhões.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO