Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

clima

- Publicada em 13h54min, 16/09/2020. Atualizada em 16h37min, 16/09/2020.

Vendaval causa estragos em residências na região das Missões

Santo Ângelo, Caibaté e Entre-Ijuís foram mais afetados pela tempestade, que derrubou árvores

Santo Ângelo, Caibaté e Entre-Ijuís foram mais afetados pela tempestade, que derrubou árvores


DEFESA CIVIL RS/DIVULGAÇÃO/JC
Atualizada às 15h45min
Atualizada às 15h45min
Um vendaval deixou rastros de destruição na madrugada desta quarta-feira (16) na região das Missões, no noroeste do Rio Grande do Sul. A MetSul aponta que tempestades severas provocaram queda de árvores e destelhamentos em diversos municípios. A previsão do tempo indicava instalabilidade nesta quarta.
Segundo a 5ª Coordenadoria Regional de Proteção e Defesa Civil (CREPDEC 5), os maiores danos foram verificados em Santo Ângelo, Caibaté e Entre-Ijuís. A CREPDEC 5 ainda aponta que a região registrou granizos de pequeno porte, mas em grande volume. 
Em Santo Ângelo, uma árvore de grande porte foi ao chão em frente à catedral da cidade. A cobertura de um posto de combustíveis localizado na entrada da cidade foi arrancada.
Já em Caibaté, o MetSul aponta que o maior registro de casas destelhadas foi na linha Caaró, comunidade a três quilômetros da cidade. O site de meteorologia afirma que uma pessoa foi atingida com o desabamento de um galpão. O cidadão foi socorrido e transferido para um hospital.
A queda de árvores deixou muitos pontos sem luz, após o rompimento de cabos e postes. O acesso à Caibaté, pela ERS-536, ficou parcialmente bloqueado, mas as árvores logo foram retiradas.
Municípios da região das Missões seguem sem energia, principalmente em Santo Ângelo e Entre-Ijuís. A RGE afirma que que ainda não há previsão de retorno nem dados de clientes desligados, pois ainda há ocorrências ingressando no sistema da empresa.
Comentários CORRIGIR TEXTO