Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Imprensa

- Publicada em 17h38min, 07/09/2020.

Prêmio ARI/Banrisul de Jornalismo terá premiação especial para a cobertura da pandemia

O jornalismo foi redefinido e ampliou sua relevância, destaca Luiz Afonso

O jornalismo foi redefinido e ampliou sua relevância, destaca Luiz Afonso


JONATHAN HECKLER/JC
A Associação Riograndense de Imprensa (ARI) lançou no sábado (5), em evento on-line, a 62ª edição do Prêmio ARI/Banrisul de Jornalismo. Além dos prêmios tradicionais, a premiação traz neste ano uma categoria especial que irá destacar a cobertura da pandemia do novo coronavírus pela imprensa gaúcha. 
A Associação Riograndense de Imprensa (ARI) lançou no sábado (5), em evento on-line, a 62ª edição do Prêmio ARI/Banrisul de Jornalismo. Além dos prêmios tradicionais, a premiação traz neste ano uma categoria especial que irá destacar a cobertura da pandemia do novo coronavírus pela imprensa gaúcha. 
Cada concorrente pode inscrever até dois trabalhos por categoria até o dia 10 de novembro. A entrega da premiação será em 16 de dezembro.
As categorias profissionais são Reportagem Impressa, Reportagem Econômica, Reportagem Cultural, Reportagem Esportiva, Arte, Fotojornalismo, Charge e Crônica.
O Prêmio Jornalismo Universitário contemplará Reportagem Impressa, Reportagem em Áudio, Reportagem em Vídeo, Reportagem Web e Fotojornalismo.
Independentemente de inscrição, a direção da ARI atribui o Prêmio Antônio Gonzalez – Contribuição Especial à Comunicação Social - a profissionais, veículos de comunicação ou instituições, em atividades no Estado. O regulamento do Prêmio ARI/Banrisul está disponível no site: www.premioaridejornalismo.com.br.
O tradicional bar da ARI se adaptou às restrições da pandemia e tornou-se encontro virtual desde 16 de maio. Palco de debates e conversas, sempre após os encontros no Salão Nobre do edifício da entidade, no Centro Histórico, o bar reúne os associados e convidados.
Para o lançamento do Prêmio ARI/Banrisul 2020, mais de 30 jornalistas estiveram on-line com a diretoria. Vencedores de edições anteriores os jornalistas Rodrigo Lopes, Elmar Bones, Matheus Chaparini e Cláudia Coutinho contaram histórias de suas matérias e debateram o jornalismo nos dias atuais. O jornalista Silvio Marodin representou a diretoria do banco no encontro da ARI.
O presidente da ARI, Luiz Adolfo Lino de Souza, destacou que a pandemia mudou vidas e vai mudar mais ainda, inclusive o jornalismo. Para ele, “no lado pessoal tivemos o aumento dos cuidados com a nossa saúde e dos nossos familiares e amigos queridos. Perdemos pessoas próximas e, diariamente, nos emocionamos com as histórias de vidas perdidas. Nos emocionamos com as vidas salvas e o trabalhos dos profissionais da saúde”.
O jornalismo foi redefinido e ampliou sua relevância, afirmou o presidente. “Matérias de serviço, histórias da pandemia e ações positivas e, infelizmente, as irregularidades alteraram o dia a dia. Veteranos e jovens profissionais estão nas ruas, correndo riscos, para fazer um jornalismo indispensável. Na linha de frente estão os jornalistas e os profissionais da saúde. Muitos profissionais foram infectados”, acrescentou.
O presidente da ARI destacou que, durante 62 anos, apenas em 2 anos o concurso não foi realizado. Nesta edição, com a parceria da TVE e da Assembleia Legislativa e o patrocínio do banco dos gaúchos, o Banrisul esperamos fazer uma edição 2020 com todos os protocolos da prevenção da Covid -19.
Comentários CORRIGIR TEXTO