Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

meio ambiente

- Publicada em 21h29min, 20/08/2020.

'É verdade que está pegando fogo', diz Bolsonaro sobre o Pantanal

Presidente alegou dificuldades pela dimensão do bioma e da proibição da criação de gado solto

Presidente alegou dificuldades pela dimensão do bioma e da proibição da criação de gado solto


Saul Scharamm/DIVULGAÇÃO/JC
O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (20) em transmissão ao vivo nas redes sociais, que começou a sofrer críticas e receber cobranças por ações do governo federal porque o Pantanal está "pegando fogo" com queimadas e incêndios florestais. "É verdade que está pegando fogo, inclusive em proporções maiores que no ano passado", reconheceu.
O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (20) em transmissão ao vivo nas redes sociais, que começou a sofrer críticas e receber cobranças por ações do governo federal porque o Pantanal está "pegando fogo" com queimadas e incêndios florestais. "É verdade que está pegando fogo, inclusive em proporções maiores que no ano passado", reconheceu.
Além de alegar dificuldades impostas pela dimensão do bioma, o presidente relatou ter ouvido do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que a proibição à criação de gado solto também seria um obstáculo. "Se o gado não come capim em determinadas áreas, acumula capim seco e graveto sem vida e, quando vem o fogo, que agora a temperatura média lá está acima de quarenta graus, tem a combustão espontânea e, quando pega fogo, vai embora", disse Bolsonaro.
Ele apontou ainda a vedação dos governos de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul a queimadas controladas e uso preventivo do fogo, que em algumas épocas do ano são permitidas, como uma "questão ideológica". "Por causa disso, a questão ideológica proibido o fogo preventivo, acontece um desastre numa proporção muito maior", alegou o presidente.
Bolsonaro pontuou que a oposição ao seu governo seguirá pondo a culpa nele pelo fogo na Amazônia e no Pantanal. "Vamos tocar o barco", acrescentou.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO