Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

JC TE LEMBRA

- Publicada em 14h41min, 14/08/2020. Atualizada em 17h44min, 15/08/2020.

Volta às aulas no RS, vacina russa, marco no agro gaúcho e recordes da Covid-19

Proposta de retomada das aulas presenciais no RS ainda em agosto foi debate durante a semana

Proposta de retomada das aulas presenciais no RS ainda em agosto foi debate durante a semana


DIVULGAÇÃO/JC
A semana terminou e você perdeu os assuntos mais importantes? O JC Te Lembra, serviço rápido de informação do Jornal do Comércio, está no ar para você se atualizar sem perder tempo.
A semana terminou e você perdeu os assuntos mais importantes? O JC Te Lembra, serviço rápido de informação do Jornal do Comércio, está no ar para você se atualizar sem perder tempo.

> VÍDEO: O que foi assunto na semana

A discussão sobre a volta às aulas presenciais virou assunto após o governador Eduardo Leite propor um retorno escalonado já no fim de agosto, começando pela Educação Infantil. Pais, escolas e municípios divergem sobre a proposta, cogitando até entrar na Justiça contra a medida.
Depois da confusão que foi o abre e fecha do comércio no fim de semana do Dia dos Pais, Porto Alegre voltou a liberar atividades esta semana. Lojas, bares, restaurantes e academias puderam abrir, mas com data e hora para fechar. Novas regras também foram oficializadas pelo governo gaúcho para as regiões de bandeira vermelha do distanciamento controlado.
Semana cheia também para o agronegócio: Rio Grande do Sul reconhecido como zona livre de vacinação contra a febre aftosa e traços de coronavírus encontrado em frango brasileiro importado pela China.
Ainda sobre o vírus, teve anúncio de vacina russa contra a Covid-19, com desconfiança da comunidade científica, e Porto Alegre chegando a 500 mortos.
Outros assuntos que foram destaque: reforma tributária encaminhada à Assembleia com mudanças e proposta de pedágio para circular no Centro da Capital.
Comentários CORRIGIR TEXTO