Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Clima

- Publicada em 17h04min, 11/08/2020. Atualizada em 10h23min, 12/08/2020.

Defesa Civil de Porto Alegre emite alerta para risco de temporal

Previsão indica chuva de 75 milímetros entre a noite desta terça e a manhã de quarta na Capital

Previsão indica chuva de 75 milímetros entre a noite desta terça e a manhã de quarta na Capital


LUIZA PRADO/JC
A virada do tempo, que começou ontem em parte do Rio Grande do Sul, deve ganhar força a partir de hoje em algumas regiões. Em Porto Alegre, o acumulado de chuva pode chegar a 75 milímetros hoje. A Defesa Civil da Capital emitiu alerta para risco de temporal. O volume, caso se confirme, será o terceiro maior desde junho.
A virada do tempo, que começou ontem em parte do Rio Grande do Sul, deve ganhar força a partir de hoje em algumas regiões. Em Porto Alegre, o acumulado de chuva pode chegar a 75 milímetros hoje. A Defesa Civil da Capital emitiu alerta para risco de temporal. O volume, caso se confirme, será o terceiro maior desde junho.
O maior volume estava previsto para ocorrer entre as 21h de ontem e às 10h de hoje. A maior precipitação, segundo dados da estação do Inmet na Capital, foi em 7 de julho, de 106,2 milímetros (mm). Depois, os temporais no período do ciclone-bomba somaram 82,2mm em 30 de junho, e 34,8mm no dia seguinte, em 1º de julho. Também há previsão de rajadas de vento de 25 km/h, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).
A prefeitura da Capital pede cuidados à população por conta do mau tempo, e orienta os porto-alegrenses para, em caso de chuva forte, manterem-se abrigados em local seguro, afastados de postes, árvores e placas de publicidade, desligarem equipamentos da rede elétrica e não entrarem em alagamentos. Em caso de emergência, a orientação é acionar a Defesa Civil, através do telefone 199, ou o Corpo de Bombeiros pelo 193.
Comentários CORRIGIR TEXTO