Porto Alegre, sábado, 18 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 18 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

futebol

- Publicada em 19h54min, 13/07/2020. Alterada em 20h38min, 13/07/2020.

Governo de SC determina quarentena e Campeonato Catarinense para por 14 dias

O governo de Santa Catarina, após reunião com representantes da Federação Catarinense de Futebol (FCF) e da Associação de Clubes SC, além dos médicos dos clubes participantes do torneio, determinou a paralisação do futebol no estado por 14 dias. A decisão foi consequência dos casos recentes de covid-19 nos clubes que disputam o Campeonato Catarinense.
O governo de Santa Catarina, após reunião com representantes da Federação Catarinense de Futebol (FCF) e da Associação de Clubes SC, além dos médicos dos clubes participantes do torneio, determinou a paralisação do futebol no estado por 14 dias. A decisão foi consequência dos casos recentes de covid-19 nos clubes que disputam o Campeonato Catarinense.
Ainda não foi definido se as equipes poderão seguir treinando. Nesta terça-feira será realizada mais uma reunião entre profissionais da saúde e médicos dos clubes para definir um novo protocolo sobre o retorno do futebol. Ficou acordado que as exigências serão maiores do que as atuais.
Após a reunião, o governo informou que criou uma comissão de médicos dos clubes para "avaliar a adoção de protocolo mais rígido, com o objetivo de garantir a segurança a funcionários e atletas dos clubes".
Contando com a presença de infectologistas, a comissão começará a funcionar nesta terça-feira. "É uma doença nova, com suas nuances e riscos diante de contato. Por isso, estaremos avaliando com esse grupo as medidas adotadas daqui para frente para atender aos clubes, garantido toda segurança aos funcionários e familiares", disse Raquel Bittencourt, superintendente de Vigilância em Saúde da secretaria Estadual da Saúde.
A Federação Catarinense de Futebol (FCF) ainda não se pronunciou sobre a determinação do governo de colocar o futebol do Estado em quarentena. Com isso, a tendência é que a entidade confirme, nas próximas horas o adiamento da partida entre Tubarão e Concórdia.
O Campeonato Catarinense havia retornado na última quarta-feira após paralisação de quase quatro meses por conta da pandemia do novo coronavírus. Mas uma série de casos positivos causaram o adiamento de todos os jogos de volta das quartas de final.
Somente a Chapecoense confirmou 14 casos entre elenco e funcionários. Também foram contaminados o técnico Moisés Egert, do Marcílio Dias, o volante Patrick, do Figueirense, dois atletas do Criciúma e dois jogadores e dois integrantes do departamento médico do Joinville.
Comentários CORRIGIR TEXTO