Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

TRANSPORTES

- Publicada em 16h54min, 09/07/2020. Atualizada em 16h55min, 09/07/2020.

Primeiro dia de bloqueio de vales-transporte em Porto Alegre tem poucas ocorrências indevidas

Bloqueio dos vales-transporte está previsto em decreto e integra desafio para isolamento social

Bloqueio dos vales-transporte está previsto em decreto e integra desafio para isolamento social


Maria Ana Krack/PMPA/Divulgação/JC
O primeiro dia de bloqueio dos vales-transporte de trabalhadores com atividades não essenciais em Porto Alegre, uma das medidas adotadas pela prefeitura da cidade para diminuir a circulação de pessoas, registrou poucas suspensões indevidas. A maioria, segundo a administração municipal, se deu em função de erros na descrição do serviço da empresa a qual o trabalhador está ligado. Situações pontuais já estão em processo de desbloqueio e devem ser solucionadas em até 48 horas.
O primeiro dia de bloqueio dos vales-transporte de trabalhadores com atividades não essenciais em Porto Alegre, uma das medidas adotadas pela prefeitura da cidade para diminuir a circulação de pessoas, registrou poucas suspensões indevidas. A maioria, segundo a administração municipal, se deu em função de erros na descrição do serviço da empresa a qual o trabalhador está ligado. Situações pontuais já estão em processo de desbloqueio e devem ser solucionadas em até 48 horas.
Segundo a prefeitura, já está disponível a consulta para verificação da situação do Cartão TRI. O usuário deve acessar o site e ir até a seção Bloqueio VT. Em caso de bloqueio de atividade essencial, deve ser solicitado o desbloqueio para a Associação dos Transportadores de Passageiros (ATP) ou pelo telefone 118, tendo em mãos o contracheque ou Carteira de Trabalho, para envio do CPF e CNPJ do empregador. Os documentos estão sujeitos a consulta junto ao empregador.
A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) alerta para que as empresas regularizem os dados de seus funcionários na Central do TRI, pois diversos cartões, mesmo após o desligamento do funcionário ou troca de emprego, seguem vinculados aos CNPJ das empresas. “Trabalhamos desde a semana passada para realizar esse bloqueio sem prejuízo aos usuários. Não estamos livres de erros, mas evitamos ao máximo dificultar o deslocamento na cidade para não sobrecarregar o sistema de saúde e, ao mesmo tempo, viabilizar para quem realmente precisa prestar esse tipo de trabalho, tão importante nesse momento para toda a população”, explica o secretário extraordinário de Mobilidade Urbana, Rodrigo Tortoriello.
Ele também destacou o esforço das equipes da EPTC e da ATP, que trabalharam incansavelmente desde a semana passada, para o mínimo registro possível de problemas.
O bloqueio dos vales-transporte está previsto no Decreto 20.639 e integra o Desafio Porto Alegre de Isolamento Social. Pela projeção realizada pelo Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus de Porto Alegre, a Capital precisa atingir um índice de 55% de isolamento para conseguir equalizar o volume de internações com leitos disponíveis para atendimento a pacientes com coronavírus.
Comentários CORRIGIR TEXTO