Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

ENSINO

- Publicada em 14h34min, 09/07/2020. Atualizada em 20h28min, 09/07/2020.

Alunos gaúchos terão reforço de plataforma inédita para preparação ao Enem

Parceria capitaneada pelo apresentador Luciano Huck foi anunciada em live nesta quinta-feira

Parceria capitaneada pelo apresentador Luciano Huck foi anunciada em live nesta quinta-feira


/REPRODUÇÃO/JC
Fernanda Crancio
Em uma parceria capitaneada pelo apresentador Luciano Huck, o governo do Rio Grande do Sul contará com uma ferramenta inédita para ajudar na capacitação dos alunos gaúchos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), recém-remarcado para janeiro de 2021. Anunciada durante live nesta quinta-feira (9), a plataforma Resolve Sim disponibilizará conteúdos e simulados aos 66 mil alunos do terceiro ano do Ensino Médio, a partir do dia 24 de julho.
Em uma parceria capitaneada pelo apresentador Luciano Huck, o governo do Rio Grande do Sul contará com uma ferramenta inédita para ajudar na capacitação dos alunos gaúchos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), recém-remarcado para janeiro de 2021. Anunciada durante live nesta quinta-feira (9), a plataforma Resolve Sim disponibilizará conteúdos e simulados aos 66 mil alunos do terceiro ano do Ensino Médio, a partir do dia 24 de julho.
Neste primeiro momento, o recurso estará disponível apenas aos alunos do último ano, que estão envolvidos com a preparação do exame e já contam no Estado com aulas diárias transmitidas pela TVE desde maio, dentro do Projeto Pré-Enem, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Posteriormente, a plataforma deverá ser estendida aos demais 235 mil estudantes de nível médio.
O reforço do Resolve Sim permitirá aos estudantes uma preparação extra, como forma de minimizar as dificuldades de ensino durante este período de pandemia. Desenvolvida em conjunto pelo grupo de ensino carioca Eleva Educação, que produzirá o conteúdo oferecido, e pela universidade Estácio, que fornecerá metodologia e tecnologia digitais sem custo para o Estado, a plataforma será integrada ao ambiente Google Classroom, que já vem sendo utilizado nas aulas remotas ofertadas pela rede estadual de ensino. Serão disponibilizadas 48 aulas completas.
Segundo o governador Eduardo Leite, a plataforma é robusta e permitirá aos alunos gaúchos acesso sem custos a materiais altamente qualificados. “Para os alunos da rede pública é um serviço gratuito e que permitirá alcançar conteúdos da rede privada, sem limitação de conteúdo. A vida de todos está sofrendo impacto pela pandemia e iniciativas como essa significam um apoio relevante da própria sociedade para diminuir o impacto da doença ”, disse.
Ao participar da live, diretamente do Rio de Janeiro, Huck destacou que tem buscado “construir pontes” durante a pandemia e desenvolver projetos voltados à educação e à ocupação de espaços onde o poder público tem dificuldades de chegar. Por isso, pensando em mitigar a desigualdade digital, ofereceu a parceria ao governador gaúcho, com quem tem proximidade. “Nosso sistema público de educação tem um trabalho hercúleo dos secretários, gestores e professores, e esse projeto é para incluir alunos digitais em um sistema ainda muito analógico”, comentou.
O projeto-piloto, segundo Huck, começa pelo Rio Grande do Sul para ajudar a manter o Estado na liderança do Enem entre os estudantes de escola pública, como ocorreu em 2019. Serão oferecidos módulos divididos em quatro áreas de conteúdo, exercícios e provas simuladas, com linguagem interativa e acompanhamento de professores. Para o secretário da Educação, Faisal Karam, a parceria garantirá a evolução dos alunos gaúchos. “É uma garantia de que vamos oferecer aos alunos a possibilidade de avançar na educação, que é a grande meta do governo”, ressaltou.
 Aulas presenciais
No próximo domingo (12), encerra o período de recebimento dos questionários da consulta digital que o Executivo gaúcho fez às entidades de ensino e assistência social para definir a forma de organizar a retomada das aulas presenciais no Estado, ainda sem data prevista. Até o momento, 638 respostas já foram recebidas e 1520 entidades deverão participar do processo. A previsão do governo é poder anunciar a formatação da volta gradual das aulas nas próximas semanas.
Comentários CORRIGIR TEXTO