Porto Alegre, sexta-feira, 08 de maio de 2020.
Dia do Profissional de Marketing.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 08 de maio de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

SAÚDE

08/05/2020 - 17h35min. Alterada em 08/05 às 17h42min

Governo do RS prepara norma para acesso a internações e lança edital para UTIs privadas

Uma das medidas garante UTI privada a pacientes com sintomas respiratórios ou suspeitos de Covid-19

Uma das medidas garante UTI privada a pacientes com sintomas respiratórios ou suspeitos de Covid-19


SILVIO AVILA/AFP/JC
Fernanda Crancio
A Secretaria de Saúde do Estado prepara uma nova noma para garantir e ampliar o fluxo de atendimentos na rede hospitalar gaúcha. O objetivo é regular o acesso às internações e permitir atendimento a todos os que necessitarem. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (8), durante live do governador Eduardo Leite no Facebook, com a participação da equipe da Pasta. Também foi confirmado o lançamento de edital para compra de leitos em UTI adulto na rede privada para pacientes com sintomas respiratórios graves ou suspeitos de Covid-19.
A Secretaria de Saúde do Estado prepara uma nova noma para garantir e ampliar o fluxo de atendimentos na rede hospitalar gaúcha. O objetivo é regular o acesso às internações e permitir atendimento a todos os que necessitarem. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (8), durante live do governador Eduardo Leite no Facebook, com a participação da equipe da Pasta. Também foi confirmado o lançamento de edital para compra de leitos em UTI adulto na rede privada para pacientes com sintomas respiratórios graves ou suspeitos de Covid-19.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
Segundo destacou o governador, a normatização para o atendimento hospitalar permitirá melhor gerenciamento das internações no Estado.“Temos uma estrutura de leitos já bastante avançada nos hospitais e precisamos aperfeiçoar a regulação, ou seja, o acesso a esses leitos, de modo a administrá-los de maneira mais eficiente para garantirmos que toda a população gaúcha seja atendida”, disse.
Ao participar do anúncio, o diretor de Regulação da Secretaria, Eduardo Elsade, disse que as normas trarão mais visibilidade e transparência ao processo, além de garantir acesso a todos que necessitarem de leitos de internação clínica e de UTI. "Toda epidemia tende a trazer avanços, a normativa é a garantia de acesso a todos os cidadãos aos leitos de UTI e clínicos em hospitais de referência, de maneira segura. Estamos implementando tratamento mais precoce aos que mais precisam de internação, para evitar ida às UTIs e óbitos",disse.
Pela regulamentação não serão utilizadas somente as UTIs destinadas ao tratamento da Covid-19, e sim, todos os leitos de UTI e clínicos disponíveis no Estado. “Em algum momento, todos serão necessários no enfrentamento à pandemia, uma vez que o Estado tem o firme propósito de garantir o acesso a todos os gaúchos que precisarem de internação”, reforçou Elsade.
Com relação ao edital para aquisição de leitos privados de UTI, a secretária da Saúde Arita Bergmann disse que é uma forma de o Estado se antecipa à necessidade de leitos privados. Os contratos com os hospitais particulares serão feitos mediante credenciamento e regulação do Estado, que pagará diárias no valor de R$ 1,6 mil para cada UTIs.
Nesta sexta, o governo liberou ainda o pagamento de R$ 29 milhões de incentivos estaduais a hospitais próprios e públicos municipais, totalizando 19 instituições de diferentes regiões, mantendo a regularidade do pagamento às casas de saúde que prestam serviços pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e ajudando a custear serviços de urgência e emergência, plantões, atendimentos e complementação de diárias de UTIs. "Esse recurso é muito importante para os hospitais, inclusive para pagar folha de pagamento dos funcionários que estão trabalhando na linha de frente ao combate à pandemia da Covid-19", completou a secretária.
Comentários