Porto Alegre, quarta-feira, 25 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, quarta-feira, 25 de março de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Gripe

Notícia da edição impressa de 25/03/2020. Alterada em 25/03 às 03h00min

Começa hoje vacinação de idosos contra a gripe em farmácias em Porto Alegre

A partir desta quarta-feira, 58 farmácias das redes Agafarma, Panvel e São João estarão aplicando a vacina contra a gripe em idosos em Porto Alegre. O objetivo de ampliar os locais de imunização é evitar aglomerações em postos de saúde em razão da pandemia do novo coronavírus. A expectativa do Ministério da Saúde é vacinar em Porto Alegre pelo menos 90% das 694.508 pessoas que compõem os grupos prioritários.
A partir desta quarta-feira, 58 farmácias das redes Agafarma, Panvel e São João estarão aplicando a vacina contra a gripe em idosos em Porto Alegre. O objetivo de ampliar os locais de imunização é evitar aglomerações em postos de saúde em razão da pandemia do novo coronavírus. A expectativa do Ministério da Saúde é vacinar em Porto Alegre pelo menos 90% das 694.508 pessoas que compõem os grupos prioritários.
A vacina contra influenza não garante proteção diante do coronavírus, mas ao proteger contra outros vírus diminui o risco de infecção e complicações. Outras duas fases estão previstas, com início em 16 de abril e 9 de maio, respectivamente, com grupos prioritários diferentes. O término é previsto para 22 de maio, para todos os grupos. Em 2020, haverá ampliação dos grupos a serem imunizados, com a inclusão de adultos de 55 a 59 anos e pessoas com deficiência.
A segunda fase começa em 16 de abril e é dirigida a pessoas com doenças crônicas não transmissíveis, professores e profissionais das forças de segurança e salvamento. Em 9 de maio, os demais grupos de risco começam a ser imunizados: crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas, indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos cumprindo medida socioeducativa, apenados, funcionários do sistema prisional, pessoas com deficiência e adultos entre 55 e 59 anos.