Porto Alegre, quinta-feira, 19 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Saúde

Notícia da edição impressa de 19/03/2020. Alterada em 18/03 às 20h44min

Coronavírus: Porto Alegre confirma o primeiro caso de transmissão local

Com fechamento do comércio e de serviços, ruas da Capital ficaram esvaziadas

Com fechamento do comércio e de serviços, ruas da Capital ficaram esvaziadas


/MARCO QUINTANA/JC
O baixo movimento nas ruas de Porto Alegre nesta quarta-feira dava o tom do que deve se intensificar nos próximos dias em razão das medidas municipais para conter o avanço do novo coronavírus na cidade. Em coletiva de imprensa, o prefeito da Capital, Nelson Marchezan Junior, confirmou o primeiro caso de transmissão local de coronavírus (Covid-19) no Rio Grande do Sul. Isso ocorre quando uma pessoa contaminada transmite o vírus para alguém de seu convívio, sendo possível ainda mapear a origem da infecção. Dos casos registrados até então, todos eram de pacientes com histórico de viagem ao exterior ou ao estado de São Paulo.
O baixo movimento nas ruas de Porto Alegre nesta quarta-feira dava o tom do que deve se intensificar nos próximos dias em razão das medidas municipais para conter o avanço do novo coronavírus na cidade. Em coletiva de imprensa, o prefeito da Capital, Nelson Marchezan Junior, confirmou o primeiro caso de transmissão local de coronavírus (Covid-19) no Rio Grande do Sul. Isso ocorre quando uma pessoa contaminada transmite o vírus para alguém de seu convívio, sendo possível ainda mapear a origem da infecção. Dos casos registrados até então, todos eram de pacientes com histórico de viagem ao exterior ou ao estado de São Paulo.
De acordo com o Secretário Municipal de Saúde, Pablo Stümer, o caso de transmissão local é o de uma mulher de 53 anos, que teve quadro de febre, tosse, dor de cabeça e muscular depois de ter tido contato com uma colega de trabalho contaminada em São Paulo. "Até então tínhamos apenas histórico de viagens ao exterior", disse o secretário da saúde. A paciente foi atendida no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, e liberada para isolamento domiciliar.
Conforme o secretário, ainda não há registros oficiais de casos de transmissão comunitária no Estado - quando as autoridades não conseguem mais mapear a origem do vírus. No entanto, a possibilidade de isso ocorrer não está descartada. É o caso de uma mulher de 31 anos, que teve histórico de viagem ao exterior, e que os sintomas só apareceram 21 dias após a volta. "Está em estudo", disse o Stümer, reforçando que "há elementos que podem indicar transmissão comunitária". Este foi o único caso em que o paciente necessitou internação.
Dos 20 casos no Rio grande do Sul, 16 foram registrados na Capital. Até o momento, a Vigilância Estadual investigou 187 casos em Porto Alegre, sendo que 105 foram descartados, 12 excluídos por não seguirem os critérios para testar e 54 suspeitos ainda aguardavam testagem.