Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 12 de fevereiro de 2020.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

saúde

12/02/2020 - 18h58min. Alterada em 12/02 às 20h58min

Porto Alegre tem status de 'alerta' para infestação de Aedes Aegypti

Maior infestação do mosquito está nos bairros Jardim São Pedro, Restinga, Boa Vista e Farroupilha

Maior infestação do mosquito está nos bairros Jardim São Pedro, Restinga, Boa Vista e Farroupilha


LUCIANO LANES/ PMPA/JC
Porto Alegre passou do status “moderado” para o de “alerta” em relação à infestação pelo mosquito Aedes Aegypti. Os números, dos Dados do Monitoramento Integrado do Aedes (MI Aedes), fazem referência à semana epidemiológica 6, que corresponde aos dias 2 e 8 de fevereiro, e foram divulgados nesta quarta-feira (12). 
Porto Alegre passou do status “moderado” para o de “alerta” em relação à infestação pelo mosquito Aedes Aegypti. Os números, dos Dados do Monitoramento Integrado do Aedes (MI Aedes), fazem referência à semana epidemiológica 6, que corresponde aos dias 2 e 8 de fevereiro, e foram divulgados nesta quarta-feira (12). 
Segundo a prefeitura de Porto Alegre, os locais que apresentaram o maior índice de infestação foram os bairros Jardim São Pedro, Restinga, Boa Vista e Farroupilha. Nesses bairros, foram coletadas 105 fêmeas do mosquito, de um total de 443 fêmeas em 290 armadilhas na cidade.
O status “alerta” aumenta o risco de transmissão viral na cidade. De acordo com boletim, da Secretaria de Saúde, a Capital já teve um caso importado de dengue em 2020.
Na primeira semana de fevereiro foi publicado um boletim, pelo Ministério da Saúde, apontando que o Brasil já soma 94 mil casos de dengue neste ano - um crescimento de 71% em relação ao mesmo período de 2019.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia