Porto Alegre, terça-feira, 18 de fevereiro de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Saúde

Notícia da edição impressa de 12/02/2020. Alterada em 11/02 às 20h48min

Hospital de Clínicas reduz em 60% tempo de espera na emergência

O Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) diminuiu o tempo de permanência do paciente na Emergência de 120h para 48h, em 14 meses. A redução da lotação se deve, principalmente, a melhorias no uso dos recursos humanos, espaços e insumos. Em novembro de 2018, a espera de quem precisava ser hospitalizado chegava a cinco dias.
O Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) diminuiu o tempo de permanência do paciente na Emergência de 120h para 48h, em 14 meses. A redução da lotação se deve, principalmente, a melhorias no uso dos recursos humanos, espaços e insumos. Em novembro de 2018, a espera de quem precisava ser hospitalizado chegava a cinco dias.
No final de 2019, esse tempo reduziu para até dois dias, uma queda de 60%. Os resultados foram obtidos com a utilização do instrumento de administração Lean nas Emergências, uma iniciativa do Ministério da Saúde por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS, executado em parceria com o Hospital Sírio-Libanês.