Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 05 de fevereiro de 2020.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

saúde

05/02/2020 - 16h27min. Alterada em 05/02 às 16h32min

Rio Grande do Sul é o estado com mais casos de suspeita de coronavírus

De todos as suspeitas, quatro estão em São Paulo, um no Rio de Janeiro e outro em Santa Catarina

De todos as suspeitas, quatro estão em São Paulo, um no Rio de Janeiro e outro em Santa Catarina


ARTE/FOTO GOVERNO CHINÊS/DIVULGAÇÃO/JC
O Rio Grande do Sul é o Estado com mais casos de suspeita da coronavírus no Brasil. Segundo a última atualização do Ministério da Saúde, eram cinco casos em investigação no Estado até as 13h desta quarta-feira (5). No total, o País conta com 11 casos se enquadram na atual definição de caso suspeito para nCoV-2019 - dois a menos em comparação à terça-feira.
O Rio Grande do Sul é o Estado com mais casos de suspeita da coronavírus no Brasil. Segundo a última atualização do Ministério da Saúde, eram cinco casos em investigação no Estado até as 13h desta quarta-feira (5). No total, o País conta com 11 casos se enquadram na atual definição de caso suspeito para nCoV-2019 - dois a menos em comparação à terça-feira.
De todos as suspeitas notificadas, quatro estão em São Paulo, um no Rio de Janeiro e outro em Santa Catarina.
> Acesse tudo sobre o coronavírus, o que é, contágio, prevenção e situação pelo mundo e no Brasil
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
Os dois aviões da Força Aérea Brasileira que decolaram hoje em direção a Wuhan deverão estar de volta no próximo sábado (7). Os brasileiros que retornarem ficarão por um período de quarentena na base aérea de Anápolis, em Goiás, onde passarão por exames periódicos. Caso haja sintomas, o atendimento e o tratamento serão realizados no Hospital das Forças Armadas, em Brasília (DF). Segundo o ministério de Saúde, somente poderão viajar para o Brasil as pessoas que não apresentarem os sintomas compatíveis com o coronavírus.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia