Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 28 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Clima

Alterada em 28/01 às 14h19min

Sobe para 50 número de morte causadas pelas chuvas em Minas Gerais

Estado registrou uma média de mais de 8 vítimas por dia

Estado registrou uma média de mais de 8 vítimas por dia


DOUGLAS MAGNO/AFP/JC
Mais cinco pessoas morreram nas últimas 24 horas devido às consequências das fortes chuvas que atingem Minas Gerais. Segundo a Coordenadoria de Defesa Civil, até as 11h desta terça-feira (28), o total de mortos registrados no estado chegava a 50 pessoas.
Mais cinco pessoas morreram nas últimas 24 horas devido às consequências das fortes chuvas que atingem Minas Gerais. Segundo a Coordenadoria de Defesa Civil, até as 11h desta terça-feira (28), o total de mortos registrados no estado chegava a 50 pessoas.
As primeiras mortes ocorreram entre os dias 23 e 24 deste mês, o que significa média de mais de oito vítimas por dia, devido a deslizamentos de terra; desmoronamento de construções; alagamentos; transbordamento de rios e quedas de árvores.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
Uma das vítimas recentes é uma menina de 2 anos, moradora de um acampamento de trabalhadores sem terra na zona rural da cidade de Olhos d'Água, a cerca de 420 quilômetros de Belo Horizonte. Segundo o cabo José Eustáquio de Moraes, do 7º Batalhão do Corpo de Bombeiros em Montes Claros, a menina foi atingida pela parede de uma casa de adobe que ruiu com a força das chuvas dos últimos dias. Conduzida para o Centro de Saúde de Olhos d'Água, a criança não resistiu aos ferimentos.
As outras mortes ocorreram em Luisburgo (dois casos), Divinópolis (uma) e Pedra Bonita (uma). Em virtude dos estragos causados pelas chuvas, 101 municípios mineiros decretaram situação de emergência.
De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as regiões central, norte e leste de Minas Gerais devem ser atingidas por chuvas fortes e trovoadas nesta terça. O tempo continua instável devido à atuação da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), fenômeno que favorece a ocorrência de pancadas de chuva.
Segundo o Inmet, as temperaturas vão variar bastante, podendo chegar a 35ºC na região norte. No sul do estado, a mínima pode atingir 18ºC.
Agência Brasil
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia