Porto Alegre, quarta-feira, 22 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 22 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Estradas

- Publicada em 12h02min, 24/01/2020. Atualizada em 23h05min, 26/01/2020.

Tráfego na BR-471 na reserva do Taim onde asfalto cedeu é liberado

Obras emergenciais estão sendo feitas no km 537 da rodovia

Obras emergenciais estão sendo feitas no km 537 da rodovia


PRF/REPRODUÇÃO/JC
Atualizada às 21h de 26/01/202
Atualizada às 21h de 26/01/202
O tráfego no km 537 da BR-471, que corta a reserva do Taim, em Rio Grande, foi restabelecido no sábado (25) para todos os tipos de veículos, mas em ritmo controlado. O trecho teve de ser bloqueado na madrugada de sexta-feira (24) devido a problemas de drenagem que afetaram a base do asfalto.
No fim da tarde de sexta-feira, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), havia liberado apenas parcialmente o trânsito.
A rodovia é a principal ligação terrestre entre o Brasil e o Uruguai, na região litorânea.
A PRF e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) orienta os motoristas a ficarem atentos à sinalização.
Na sexta-feira, o bloqueio gerou transtornos, como aumento do trajeto e tempo de viagem, pois os motoristas tiveram de buscar alternativas rodoviárias.
Ambulâncias e outros serviços de emergência chegaram a ter liberação do tráfego na aduana uruguaia, na fronteira com a  cidade gaúcha do Chuí, para conseguirem acessar outros trajetos no lado do Rio Grande do Sul. 
Comentários CORRIGIR TEXTO