Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 23 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Geral

CORRIGIR

Minas Gerais

23/01/2020 - 03h00min. Alterada em 23/01 às 03h00min

Conluio entre Vale e Tüv Süd levou à tragédia de Brumadinho, diz MP-MG

O Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG) apresentou detalhes da investigação sobre a tragédia de Brumadinho que levou à denúncia contra 16 pessoas por homicídio doloso. Conforme o MP-MG, houve um conluio entre a Vale e a consultoria alemã Tüv Süd, pois ambas as empresas tinham conhecimento da situação da barragem, mas não compartilharam as informações com o poder público e com a sociedade e assumiram os riscos. Um total de 259 corpos foi resgatado. Onze pessoas seguem desaparecidas. Entre os 16 denunciados, estão o então presidente da Vale, Fábio Schvartsman, e mais 10 funcionários da mineradora. Os outros cinco ocupavam cargos na Tüv Süd.
O Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG) apresentou detalhes da investigação sobre a tragédia de Brumadinho que levou à denúncia contra 16 pessoas por homicídio doloso. Conforme o MP-MG, houve um conluio entre a Vale e a consultoria alemã Tüv Süd, pois ambas as empresas tinham conhecimento da situação da barragem, mas não compartilharam as informações com o poder público e com a sociedade e assumiram os riscos. Um total de 259 corpos foi resgatado. Onze pessoas seguem desaparecidas. Entre os 16 denunciados, estão o então presidente da Vale, Fábio Schvartsman, e mais 10 funcionários da mineradora. Os outros cinco ocupavam cargos na Tüv Süd.
 
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia