Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 03 de dezembro de 2019.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Segurança

03/12/2019 - 10h54min. Alterada em 03/12 às 10h54min

Justiça autoriza emprego da Força Nacional em Mato Grosso

O Ministério da Justiça e Segurança Pública autorizou o emprego da Força Nacional de Segurança Pública, em apoio à Secretaria de Operações Integradas do ministério, no Estado de Mato Grosso, nas ações de combate à criminalidade organizada transfronteiriça e na implementação do Programa Vigia pelo prazo de 180 dias.
O Ministério da Justiça e Segurança Pública autorizou o emprego da Força Nacional de Segurança Pública, em apoio à Secretaria de Operações Integradas do ministério, no Estado de Mato Grosso, nas ações de combate à criminalidade organizada transfronteiriça e na implementação do Programa Vigia pelo prazo de 180 dias.
A autorização consta de portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (3). O prazo de apoio prestado pela Força Nacional poderá ser prorrogado, se necessário.
O ministério também prorrogou por mais 60 dias, até o dia 28 de janeiro de 2020, a autorização para uso da força-tarefa de Intervenção Penitenciária no Estado de Roraima. A portaria prorrogando o prazo está no DOU.
De acordo com o texto, a autorização é "excepcional", em caráter episódico e planejado, em apoio ao governo do Estado de Roraima, para exercer atividades e serviços de guarda, vigilância e custódia de presos.
Estadão Conteúdo
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia