Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 19 de novembro de 2019.
Dia da Bandeira.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

protestos

18/11/2019 - 18h54min. Alterada em 19/11 às 13h18min

Primeiro dia de paralisação do Magistério gaúcho registra cerca de 490 escolas afetadas

Os servidores do Executivo gaúcho já enfrentam mais de 40 meses de parcelamento nos salários

Os servidores do Executivo gaúcho já enfrentam mais de 40 meses de parcelamento nos salários


LUIZA PRADO/JC
A Secretaria de Educação do Rio Grande do Sul (Seduc) informou, no final da tarde desta segunda-feira (18), que o Estado registra 204 instituições de ensino com paralisação integral e 284 com paralisação parcial. A situação faz parte do primeiro dia de greve do Magistério gaúcho, anunciado na última quinta-feira (15) pelo Cpers/Sindicato, que representa a categoria.
A Secretaria de Educação do Rio Grande do Sul (Seduc) informou, no final da tarde desta segunda-feira (18), que o Estado registra 204 instituições de ensino com paralisação integral e 284 com paralisação parcial. A situação faz parte do primeiro dia de greve do Magistério gaúcho, anunciado na última quinta-feira (15) pelo Cpers/Sindicato, que representa a categoria.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
Em nota, a Seduc informou que, até a tarde desta segunda, das 2,5 mil instituições de ensino do Estado, 2.261 responderam ao contato das Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) sobre a situação das atividades. A pasta ainda informa que orienta para que as aulas transcorram normalmente. "Entretanto, a Mantenedora solicita aos pais ou responsáveis que entrem em contato com a escola e verifiquem a situação", diz o texto.
A greve foi iniciada pelos professores como manifestação contra os projetos do Governo Eduardo Leite enviados à Assembleia Legislativa na última quarta-feira (13) e que alteram a carreira dos servidores. 
Além deste projeto, os servidores do Executivo gaúcho já enfrentam mais de 40 meses de parcelamento nos salários. Nesta segunda-feira, foi adiantada a primeira parcela referente a outubro, no valor de R$ 700,00 para quem está na faixa acima de R$ 1,7 mil. O depósito estava previsto para o dia 20. O próximo está para o dia 11 de dezembro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia