Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 08 de novembro de 2019.
Dia Mundial do Urbanismo.

Jornal do Comércio

Geral

COMENTAR | CORRIGIR

Urbanismo

Edição impressa de 08/11/2019. Alterada em 08/11 às 03h00min

Prefeitura de Porto Alegre espera colocar placas de rua em toda a cidade até 2022

Vencedor da licitação terá de investir R$ 9,4 milhões em 82 mil placas

Vencedor da licitação terá de investir R$ 9,4 milhões em 82 mil placas


CLAITON DORNELLES /JC
A prefeitura de Porto Alegre lançou nesta quinta-feira o edital para concessão das placas informativas de ruas e avenidas. Todas as ruas da cidade serão sinalizadas em até três anos.
A prefeitura de Porto Alegre lançou nesta quinta-feira o edital para concessão das placas informativas de ruas e avenidas. Todas as ruas da cidade serão sinalizadas em até três anos.
Ao todo serão, mais de 82 mil placas instaladas em forma de conjuntos nas esquinas ou em estruturas como paredes de casas ou postes. O edital prevê a produção, instalação, conservação e manutenção dos equipamentos. A vencedora, em contrapartida, poderá explorar de forma publicitária as instalações.
O prefeito Nelson Marchezan Júnior destacou que a publicidade nas cidades precisa estar voltada para o interesse da população. "Este edital segue uma lógica dentro da política urbana adotada. Iniciamos com relógios, agora as placas com nomes de rua e num futuro breve estaremos concedendo as paradas de ônibus. Neste meio tempo vamos enviar para a Câmara um projeto para reorganizar a publicidade externa da Capital", disse o prefeito.
Por dois anos (2015 e 2016), a prefeitura realizou licitação sem sucesso. Em 2018, iniciou a construção de um projeto de concessão. Em março de 2019 o prefeito sancionou a Lei do Mobiliário, que disciplina o uso do mobiliário e de veículos publicitários.
A previsão é que em 24 meses seja concluída a colocação daqueles que precisam de estrutura completa e em 36 meses dos que serão instalados em diferentes mobiliários. A concessão terá validade de 20 anos e prevê um investimento de R$ 9,4 milhões da vencedora. As placas deverão dizer como a rua é conhecida, o nome completo da via e o CEP. Também deve conter uma breve descrição do porquê da homenagem, quando fizer alusão a alguém que foi homenageado.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia